bahia

domingo, 09 de janeiro de 2011 01:39

810 pessoas morreram em 2010 nas estradas federais que cortam a Bahia, diz PRF

O comportamento humano no trânsito continua sendo a principal causa para números tão negativos e elevados.

Durante todo o ano de 2010, a Polícia Rodoviária Federal na Bahia registrou 9.352 acidentes, que deixaram 4.159 pessoas levemente feridas, 1.633 com lesões graves e 810 vítimas fatais. Em relação ao ano anterior, houve um aumento de 15,63% no número de acidentes, 16,27% no número de feridos leves, 11,31% no número de feridos graves e 28,36% no número de mortos.

O comportamento humano no trânsito continua sendo a principal causa para números tão negativos e elevados. Na grande maioria dos casos, os acidentes decorrem de condutas imprudentes ao volante, como por exemplo, excesso de velocidade, ultrapassagens em locais proibidos, falta de atenção e uso de bebida alcoólica. Para combater tais imprudências, foram realizadas campanhas educativas e fiscalizações permanentes, registrando 351.696 veículos fiscalizados em todo estado, nos quais foram aplicadas 196.198 notificações, destacando-se 64.003 por excesso de velocidade, 31.013 por ultrapassagens proibidas, e 1.892 por excesso de peso.

Em média, três pessoas foram presas por descumprimento à Lei Seca na Bahia. Apesar de intensas campanhas educativas e de fiscalizações permanentes através do teste com o etilômetro, ainda são flagrados casos de embriaguez ao volante. Este ano foram realizados 107.938 testes, mais que o dobro de 2009 (50.475); foram notificados 2.241 condutores em 2010 e 1.900 em 2009; além de 1.066 pessoas conduzidas à Delegacia de Polícia Judiciária por ser flagrada acima de 0,3mg/l, contra 904 em 2009.

Criminalidade: Apesar da grande preocupação com a redução de acidentes de trânsito, em 2010 a participação da PRF nas atividades de combate à criminalidade foi bastante intensa. O maior destaque foi a Operação Pesadelo no combate ao uso de medicamentos e psicoestimulantes “arrebites”, cujas apreensões chegaram a 15.746.763 medicamentos e 121.346 arrebites. O combate ao contrabando de eletrônicos, equipamentos de informática e CD/DVD’s chegou a 364.457 produtos. Também foram apreendidas 88 armas, com 758 munições. No combate ao narcotráfico, foram apreendidos 131,35 Kg de cocaína, 508,37 Kg de maconha e 119,41 Kg de crack em todo o ano.

Foram realizadas 2.529 prisões de suspeitos, que foram encaminhadas à Delegacia de Polícia Judiciária, por crimes como assalto a carga/ônibus, trafico de drogas, assalto a veículo, crimes ambientais, crimes de trânsito, contrabando e falsificações, porte e tráfico de armas e munições, trabalho escravo, abuso e exploração de menores, além de cumprir diversos mandados de prisão.

A PRF permaneceu alerta quanto ao combate à exploração de crianças e adolescentes, retirando 143 menores de situações de risco ao longo das rodovias federais, sendo 57 agindo em conflito com a Lei, e outros 86 sendo vitimados. Além de 56 adultos flagrados por envolvimento com crianças e adolescentes de forma ilícita.



COMENTÁRIOS

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.