conceicao-do-coite

segunda-feira, 24 de janeiro de 2011 19:53

População do Distrito de Salgadália sem policiamento vê crescimento da violência

São mais de oito mil habitantes sem nenhum policial, numa comunidade que tem porte de cidade.

Distrito mais antigo da região sisaleira

A comunidade de Salgadália, que em 7 de abril de 1955, ganhou status de distrito, sendo o primeiro do município de Conceição do Coité, ganhou também um Posto Policial da Policia Militar, PPM, que teve bastante utilidade pela forte economia da localidade e também por possuir estação ferroviária. De acordo com o ex-policial militar e atual presidente da câmara municipal de Conceição do Coité, José Jailmo Pereira Gomes, conhecido Nego Jai, naquela época o posto teve no comando até sargento que atuava de forma briosa e mantinha a ordem.

Hoje, quase 56 anos depois, com população aproximada de 8 mil habitantes, maior inclusive que certos municípios da região, o que se ver é uma comunidade com uma população quatro ou cinco vezes maior, e órfã de segurança pública. Sendo que o agravamento maior em toda sua historia vem acontecendo depois que foi desativado o PPM do distrito em Março do ano passado, pelo comando do 16º Batalhão de Serrinha.

Segundo Jai, é visível o crescimento de tudo que se caracteriza crime, são assaltos, furtos, vândalos, homicídios, abusos por conta do álcool e da droga, enfim, um povo sem paz e sem prazer em viver numa comunidade pacata.

“As praças públicas criadas para as famílias desfrutarem no fim de tarde de domingo já não há mais espaço, pois a ausência de policiais deixa o espaço publico dominado pela desordem e esses mesmos que fazem o barulho com as motocicletas e veículos com decibéis elevados de som, são os mesmos que acabam causando acidentes em muitas das vezes contra pessoas que nada tem a ver com a situação.

“O movimento no distrito aumentou com a construção do asfalto, mas infelizmente com o fechamento do PPM, resultou no crescimento da violência e do vandalismo. Só para se ter uma idéia. De sexta-feira (21) para segunda (24) foram quatro tentativas de homicídios e brigas em vias públicas e zona rural. Um homem continua internado em Salvador depois de ser esfaqueado, dois foram cortados gravemente com garrafas e este caso do rapaz da Fazenda Claros, que teve as vísceras de fora depois de uma facada”, alertou o vereador.

“E, tudo isso se deu com a ausência de autoridades que tenha a missão de combater este tipo de violência, a cidade sede da corporação está a 17 km, e quando solicitado, mesmo com a estrada em boa condições, não há tempo de flagrar nenhuma infração”.

De acordo com Jai, ele está afastado da farda, mas presente no militarismo e por está incomodado com a realidade atual, estará se reunindo com o comando policial regional leste (CPRL) Para levar ao conhecimento do comandante para que alguma solução seja tomada.

José Jailmo é natural do distrito de Salgadália, local que  ele prestou serviços por 17 anos, saindo para assumir uma cadeira de vereador em 2001.

O distrito de Salgadália tem uma economia forte, e está vulnerável a ação de bandidos. Possui atualmente Cash do Banco do Brasil, Caixa Aqui e Banco Postal (Bradesco), que funcionam como extensões de bancos. Sem falar do medo dos comerciantes de sisal, muitos deles são obrigados a contratar seguranças particulares para fazer seus pagamentos.

Por: Raimundo Mascarenhas



COMENTÁRIOS

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.