brasil

segunda-feira, 03 de janeiro de 2011 21:49

PRF contabiliza 106 mortos durante o ano novo em todo país. Quatro deles em Tucano-Bahia

A Bahia registou treze mortes, quatro delas na cidade de Tucano na colisão entre um Gol e um Zafira

Um grave acidente envolvendo um Gol VW, placa JNE 9061, e um GM Zafira, placa JQR 1111, deixou quatro pessoas mortas e sete feridas no início da noite de domingo (2) em Tucano. O acidente aconteceu por volta das 18h40, no km 411, da BR 116, próximo a um local conhecido como “Ponto do Coco”.

Uma carreta baú teria feito uma ultrapasagem perigosa fazendo com que o Zafira passase para a contra mão e indo de encontro ao Gol. Os quatro passageiros do Gol morreram no local: Sálvio Ferreira de Moura, 81 anos, conhecido como “Maninho”, Manoel de Macedo Ferreira “Grilo”, 36 anos, Germano Bispo Moura, 74 anos, e Fernando Silva de Jesus, 65 anos. Todas as vítimas moravam em Tucano e saiam de uma localidade conhecida por Ponto do Côco, depois de párticiparem de uma corrida de cavalos.

Os sete ocupantes do Zafira residentes na cidade de Quijingue, entre eles uma adolescente de 14 anos, ficaram feridos e foram levados para o Hospital Municipal Mariana Penedo (HMMP). Devido a gravidade dos ferimentos foram transferidos para o Hospital Santa Tereza (HST) em Ribeira do Pombal e Hospital Geral do Estado (HGE) em Salvador.

Balanço

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) divulgou nesta segunda-feira,3, o balanço final da Operação Fim de Ano, que registrou 106 mortos em rodovias federais da 0h do dia 31 de dezembro às 23h59 do dia 2 de janeiro. O número é menor em relação ao feriado do Natal, quando 117 pessoas morreram em acidentes nas mesmas estradas.

Conforme o boletim, o número de acidentes e feridos também caiu, de 1.884 e 1.361 no Natal, para 1.844 e 1.294, no Ano-Novo. Apenas o total de autuações foi maior no Réveillon, com 39.482, contra 33.374 no Natal.

Ainda de acordo com a PRF, o Natal é historicamente o feriado de final de ano que mais registra feridos e mortes nas rodovias. A causa, segundo a corporação, é o volume maior de pessoas que viajam pelo País para passar a noite do dia 24 de dezembro junto a suas famílias. O movimento de veículos também é mais democrático, conforme a polícia: de maneira uniforme em todas as BRs, ao contrário do Ano-Novo, quando o tráfego se concentra nas vias que levam ao litoral.

Outro fator que influencia o maior volume de tráfego no Natal, segundo o balanço, é a possibilidade que muitas pessoas têm de emendar as festas de fim de ano: muitas famílias viajam antes do Natal e só retornam após o início de janeiro. Desta maneira, o movimento de saída para o Natal fica concentrado, e o de volta, diluído.

Da redação * com informações e fotos tucanobr.com e  DPRF



COMENTÁRIOS

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.