politica

domingo, 23 de janeiro de 2011 20:56

Região do Sisal: prefeitos realizam “rodada” de conversa sobre Consórcio

O encontro foi coroado de êxito pela grande presença de prefeitos e autoridades que atuam diretamente com interesses no desenvolvimento regional

Oito prefeitos, além de vice-prefeitos,  secretários e assessores, estiveram reunidos na manhã de sábado (22), em uma sala anexa da Prefeitura de Serrinha, para mais uma “rodada” de conversa, sobre o funcionamento do Consórcio Público de Desenvolvimento Sustentável do Território do Sisal.  O CONSISAL é Autarquia Interfederativa criada em Agosto do ano  passado, construido inicialmente pelos municípios de Cansanção, Itiúba, Monte Santo, Queimadas e Serrinha, atualmente já conta com a adesão  de outros municípios como Araci, Barrocas, Candela Ichu, Lamarão, Nordestina e Teofilândia que já assinaram o protocolo de intenções.  a prefeita de Itiúba Cecília Petrina de Carvalho, que não esteve presente, pois participava de outro evento em Salvador.

O prefeito de Serrinha, Osni Cardoso, que coordenou a reunião, disse ao CN, que o objetivo deste Consórcio Público é promover o desenvolvimento sustentável no território  de promovendo  o bem-estar de forma socialmente justa e ecologicamente equilibrada. “Dentre suas finalidades, cuidar da elaboração de propostas para o desenvolvimento regional, inclusive realizando debates e executando estudos”, destacou Cardoso.

A gestão associada de serviços públicos de saneamento básico, de transporte urbano ou intermunicipal, construção, manutenção e fiscalização de estradas, abatedouros e frigoríficos, também são atividades do CONSISAL. “Hoje um grande problema dos municípios são as estradas vicinais, pois as máquinas são caras e difícil de manter uma frota em boa conservação, principalmente um município do nosso porte”, relatou Carlos Santiago (PMN), prefeito de Ichú.  Ele lembrou que o estatuto da entidade prevê a implantação e manutenção de infraestrutura e equipamentos urbanos;

O prefeito de Cansanção, Ranulfo Gomes (PMDB), disse ao CN que está convencido da importância do consorcio e defendia este tipo de trabalho na campanha eleitoral, principalmente na gestão ou exploração de bens ou equipamentos e execução de obras.

O consórcio tem 21 ações estabelecidas em seu estatuto, porém não inclui a área de saúde. Além das propostas já citadas, o CONSISAL pode disciplina o trânsito, inclusive efetivando seu planejamento e exercendo o poder de polícia na instância direta ou recursal;

Para o prefeito de Conceição do Coité, Renato Souza (PP), um dos pontos que lhe chamou atenção foi à execução de ações de desenvolvimento rural, inclusive o apoio à agricultura familiar. Ele aproveitou do momento e destacou a melhoria da qualidade de vida das famílias residentes nas áreas propicia para o plantou da mandioca depois que o município realizou programas de incentivo a está cultura. “Sugiro ao colega Ranulfo (prefeito de Cansanção), que faça o mesmo, pois em as terras em seu município são boas para este tipo de plantio e certamente vai erradicar a pobreza nestas regiões”, afirmou Souza.

Reunião discutiu mais estrutura para saúde na região do sisal

Na oportunidade, discutiu a necessidade de aumentar a eficiência dos municípios no atendimento hospitalar e na oferta de exames especializados, além de melhorar e tornar mais rápido o atendimento de casos graves. Salavador Brito o assessor especial do secretário da Saúde Jorge Solla,  esteve no encontro.  Para Brito, a extinção da CPMF foi uma perca grande para saúde e este assunto deve voltar a ser debatido, principalmente pelos prefeitos e os deputados que eles apoiaram. “Depois das eleições todos devem se juntar pela melhoria da qualidade de vida das pessoas” lembrou.
Mesmo com as dificuldades financeiras, Brito destacou a prioridade que o governador Wagner tem dado a saúde. Ele citou o exemplo do Hospital de Serrinha, que depois de ampliado, terá cem leitos e a Secretaria esta na fase de aquisição de equipamentos. “É necessário recursos para manter leito de UTI, aparelhos para tomografia e outros serviços novos na área de saúde”, afirmou.

Segundo o prefeito de Serrinha Osni Cardoso (PT), a obra de ampliação do Hospital Municipal de Serrinha, que será transformado em regional, ficará pronta em novembro. “Com a mudança, a unidade deixa de ter o atendimento básico direcionado para a comunidade de Serrinha e amplia os serviços para toda a região com serviços de média e alta complexidade. A obra vai beneficiar mais de 700 mil habitantes em toda a micro-região”, lembrou.

Recursos da ordem de R$1,5 milhão estão sendo investidos na reforma e ampliação do Hospital Regional de Serrinha, que deverá dobrar a capacidade de atendimento, evitando que os pacientes, muitas vezes, tenham que se deslocar para Feira de Santana ou Salvador, de acordo com informações da assessoria do governo do Estado.

Por: Valdemi de Assis / fotos: Raimundo Mascarenhas



COMENTÁRIOS

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.