bahia

terça-feira, 18 de janeiro de 2011 08:44

SSP restringe acesso da imprensa a informações

A mudança ocorreu após a repercussão nacional do fim de semana violento em que mais de 30 pessoas morreram em 60 horas na cidade.

O jornal Correio publica matéria, nesta terça-feira (18), denunciando a dificuldade encontrada pelas editorias de polícia da imprensa baiana de apurar os crimes cometidos no Estado, há seis dias, quando a Secretaria de Segurança Pública (SSP) restringiu as fontes de informação. Com o fim do acesso aos dados pelos telefones da Centel (Central Telefônica das Polícias), a promessa era de que, no site da SSP, os repórteres teriam disponibilizadas todas as informações referentes aos crimes praticados no estado. Mas, lá, só são encontrados registros de carros roubados e de homicídios com nomes de vítimas e bairros onde os crimes ocorreram. A mudança ocorreu após a repercussão nacional do fim de semana violento em que mais de 30 pessoas morreram em 60 horas na cidade. Nas delegacias, ordens expressas de delegados proibindo agentes de fazerem atendimento a repórteres estão até afixadas em cartazes, como na sede da Delegacia de Homicídios, nos Barris.

Além disso, crimes apurados nos hospitais e com moradores dos bairros não aparecem nos boletins da SSP. “A Secretaria não determinou mordaça alguma aos delegados. Os casos estão disponíveis para a imprensa”, respondeu a SSP.

Fonte Bahia Noticias



COMENTÁRIOS

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.