conceicao-do-coite

segunda-feira, 07 de março de 2011 23:57

Beijuzeira teve carro furtado em Valente

A ação delinquente pegou todos de surpresa, pois é muito raro o furto a veículos com 24 anos de uso e com um valor comercial considerado muito baixo

Ao lado do genro Jeremias, Valda aguarda noticias positivas do aparecimento do seu carro

A polícia ainda não tem informações do autor do furto  do veículo de propriedade da comerciante do ramo de beiju, Magnovalda da Silva Oliveira, 39 anos, residente no Povoado de Onça, distante 07 km e Conceição do Coité. O veículo é um Chevette verde escuro, ano 87 e  placa HVH – 6029.

A beijuzeira cumpria mais uma rotina de trabalho no último sábado (05)  acompanhada do genro Jeremias Carneiro Almeida, motorista. Chegaram a Valente por volta das 05h da manhã. O veículo foi estacionado na Rua Dionísio Mota, próximo ao Centro de Abastecimento e foram todos arrumar as barracas para trabalhar.

Por volta das Às 14h, Jeremias resolveu ir até o carro para descansar e levou um grande susto ao chegar ao local e encontrar uma Parati estacionada no lugar onde ele tinha deixado o veículo da sua sogra. Ao questionar o proprietário da Parati se tinha visto um Chevette que estava estacionado ali, o mesmo informou que não e disse ainda que desde as 09h  havia parado seu carro naquele local. Ou seja: o veículo foi furtado pouco tempo depois de ter sido estacionado, dificultando assim o trabalho da polícia no intuito de recuperá-lo já que a queixa só foi dada à tarde.

Diante disso, o Sr. Theógenes ex-marido Magnovalda  faz um apelo: “se alguém porventura ver este veículo abandonado em algum lugar ou circulando nas cidades da região que por gentileza informe a delegacia mais próxima”.

Na Onça, o clima é de tristeza entre as pessoas, pois a comerciante utilizava carro para viajar, a fim de trabalhar em outras cidades. Ela tem dois anos neste rano. O boletim de ocorrência foi em Valete.

Costume de pegar feira – Valda já “pega” feira, como costumam falar, há mais de 17 anos,  e a dois meses estava com o carro e desesperada sabe o que mesmo irá fazer  grande falta, principalmente para o transporte dos produtos da família agrícultora. Ela tem esperança que o mesmo seja encontrado, pois foi  comprado com muito esforço.

Texto e foto; Valdemí de Assis * colaborou André Franco / Noticias do Sisal



COMENTÁRIOS

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.