bahia

quinta-feira, 24 de março de 2011 22:48

Delegados do interior da Bahia aprimoram técnicas de tiro

Segundo o diretor do Departamento de Polícia do Interior (Depin), Edenir Cerqueira, o estágio permite a integração dos delegados, que têm uma grande responsabilidade nas regiões onde atuam.

Promovido em parceria com a Academia de Polícia (Acadepol), 26 delegados titulares das coordenadorias regionais de polícia do interior (Coorpins) participaram nesta quinta-feira (24), na sede da Coordenadoria de Operações Especiais (COE), no bairro de São Cristóvão, em Salvador, de treinamento para aprimorar as técnicas de uso e segurança no manuseio de armas e munições.

Para capacitar os coordenadores regionais, enquanto gestores públicos na atividade de corregedoria e correição, o curso possibilitou aos profissionais de segurança pública uma revisão dos armamentos de uso padrão. A programação também incluiu o curso de processo administrativo-disciplinar, realizado durante quatro dias, totalizando 80 horas.

Segundo o diretor do Departamento de Polícia do Interior (Depin), Edenir Cerqueira, o estágio permite a integração dos delegados, que têm uma grande responsabilidade nas regiões onde atuam. “O objetivo é estimular a troca de experiências sobre a atividade que desempenham e consolidar o espírito de equipe”.

“Os coordenadores serão agentes multiplicadores em sua jurisdição. Estamos prevendo outro curso, sobre prática em armas de calibres restritos. Delegados titulares, plantonistas e investigadores de polícia precisam passar pela instrução teórica, e depois prática. Não se deve dar uma arma, a quem quer que seja, sem o devido treinamento”, reforçou o instrutor de tiro Álvaro de Castro.

O coordenador da 8ª Coorpin (Teixeira de Freitas), delegado Marcos Vinícius, destacou o treinamento para o processo de formação do policial. “A formação continuada é um modelo que deve ser seguido. A atividade da apuração correta do desvio de conduta representa um reforço na credibilidade da instituição e o contato com o armamento é essencial para a segurança do policial e da sociedade”.

Coordenadorias regionais – As Coorpins, subordinadas ao Depin, administram as delegacias territoriais instaladas na maioria dos 417 municípios baianos.

Elas são responsáveis pelas atividades de polícia judiciária em 26 macrorregiões do estado. Cada Coorpin tem sob sua jurisdição uma média de dez a 25 municípios, todos com pelo menos uma delegacia.

Agecom



COMENTÁRIOS

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.