politica

domingo, 13 de março de 2011 19:51

Poucas e boas no ato de filiação de João Henrique ao PP

Quem esteve no ato pôde perceber alguns deslizes dos políticos

Todas as atenções dos presentes no momento da assinatura de João Henrique

Parlamentares do PT e do PCdoB não foram – Apesar da presença do Governador Jaques Wagner (PT) e do secretário de Relações Institucionais, Cezar Lisboa, os vereadores e parlamentares do PT e do PCdoB não compareceram ao ato de filiação de João Henrique ao PP na manhã de sábado (12), o que deixou transparecer que os dois partidos governistas não estão dispostos a repetir, na esfera municipal, o alinhamento político que têm com o PP no Estado e no governo federal.

Tanto o ministro das Cidades e presidente estadual do PP, Mário Negromonte, quanto o deputado João Leão acreditam que vão conseguir o apoio do PT municipal para o prefeito João Henrique. Não custa lembrar, o governador Jaques Wagner já disse que vai “trabalhar” no sentido de seus correligionários mudarem de idéia e partirem para o lado de João.

Esperançoso que realmente isto aconteça, o deputado João Leão lembrou da articulação do PP para conseguir “conquistar” o PT estadual e garante que não vai ser diferente com o diretório municipal. “O PT da Bahia nos olhava como a namorada feia, mas o ex-presidente Lula via a gente como a namorada linda. Da mesma forma que conquistamos o Partido dos Trabalhadores em nível estadual, vamos conseguir com o municipal”, disse

Cabeça Branca –  De tanto elogiar o ex-senador, Antonio Carlos Magalhães, “ACM”, (falecido), no seu mandato de prefeito de Lauro de Freitas e nos quatros primeiros mandatos de deputado federal, pois está exercendo o quinto, o tratando de “cabeça branca”, o deputado João leão (PP), fez muitos petistas torcer o rosto durante seu pronunciamento no ato de filiação de João Henrique. Empolgado com a chegada do governador Jaques Wagner, exatamente no meio do seu pronunciamento, Leão, escolheu um apelido suspeito para chamar o governador Wagner e citar o trabalho realizado a frente da Secretaria de Infraestrura. Olhando para Wagner, ele afirmou, apontando para o governador: “Quem fez foi esse cabeça branca aqui”. Ironias do destino, o apelido remete ao ex-senador falecido ACM, que teve seu legado na política baiana rompido em 2006, justamente com a eleição do próprio Wagner, hoje, o cabeça branca que recebe os louros das obras estaduais. Talvez Leão quisesse dizer “Galego”. Nas duas hipóteses, as pessoas que são tratadas assim, realmente têm cabelos brancos.

Vereador PalhinhaQuem mostrou que realmente estava presente foi o vereador Orlando Pereira (PSB), “Palhinha”. Ao chegar a Rua Fonte do Boi, no Bairro do Rio Vermelho, encontrou com um grupo de militantes do seu mandato que o acompanhou com faixas até o local do evento. O vereador e seus amigos foram apoiar a decisão do seu padrinho político, João Henrique. Seus amigos lotaram dois ônibus e no auditório portavam cartazes e gritavam palavras de ordem com o nome do parlamentar, chegando até a conclamar seu nome para candidato a sucessão de João. Entre um discurso e outro, os populares faziam questão de gritar o nome de Palhinha na cerimônia, enquanto o vereador se esforçava para garantir um lugar de destaque na mesa de trabalho. Seu esforço foi para ficar entre Mário Negromonte, João Leão e João Henrique.

Prefeitos presentes Segundo a leitura da relação nominal feita por Jabes Ribeiro, secretário geral do PP no Estado, 23 prefeitos do interior estavam presentes, dente eles Izaque Júnior, (São Domingos), Ubaldino Amaral (Valente), Adailton Nunes de Souza Leão (Água Fria) e Humberto Gomes Ramos (Chorochó). Eles falaram com a equipe do CN e foram unânimes ao afirmarem que o PP saiu fortalecido com a entrada do prefeito João Henrique e também externaram seus sentimos comuns que a presença de João Leão na equipe de governo, vai contribuir para o avanço da administração. Nesta linha de raciocínio, o governador Wagner também concorda com estes prefeitos e disse ao CN que realmente foi uma boa “aquisição” de João Henrique em convidar para sua equipe. O governador deixou um lembrete para João: “ele gosta de trabalhar, porém é acelerado”.

João Henrique nunca foi do PMDBPara o prefeito de São Domingos, Izaque Júnior (DEM), João Henrique nunca foi do PMDB. Em sua opinião, foi uma oportunidade boa para ele e para Salvador, principalmente porque sua imagem estava um pouco desgastada. O PP, segundo Júnior é um partido forte que tem um ministro baiano no Ministério das Cidades e o melhor de tudo foi à escolha de Leão para Casa Civil. “Leão é um trator de esteira e aonde vai leva multidão. Eu acredito que agora ele consiga melhorar sua administração”, falou o colega que administra o município de São Domingos, no território do sisal.



COMENTÁRIOS

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.