queimadas

terça-feira, 15 de março de 2011 22:44

Queimadas: vereador diz que Espanta Gado estava esquecido e só depois de 19 anos ganha pavimentação

Espanta Gado é uma das mais importantes comunidades de Queimadas

Vereador comemora serviço quase duas décadas depois

Teve inicio no mês de fevereiro as obras de construção do calçamento do inicio da Avenida 15 de Setembro, no Distrito de Espanta Gado, á 50 km de Queimadas. Segundo o vereador Valmir Barreto (PSDB), na primeira etapa será pavimentada a entrada da comunidade, com canteiro e iluminação central, “tudo com recursos próprios da prefeitura”, garantiu Barreto.

Autor de diversas indicações para a realização desta e de outras obras de calçamentos na sede do distrito, o vereador disse ao CN que tem exatamente 19 anos que foi calçada uma rua no Espanta Gado. “A última obra de infraestrutura com calçamento, praça e iluminação central, foi realizada em 1992, na gestão do então e saudoso prefeito João Ferreira da Cruz, “Jonga’. “Refiro-me a Praça Pedro Barreto”, declarou.

Vereador pelo quinto mandato, ele credencia o fato das indicações não serem atendidas a sua posição política, pois sempre foi eleito pela oposição, com exerção a 2004, quando apoiou o ex-prefeito José Mauro Filho (PMDB), porém teve que romper no meio do mandato por causa, segundo ele, da administração desastrosa que vinha realizando, resultando no afastamento e depois na cassação do mandato. “Agora, nós temos um prefeito trabalhador. Conhece bem a região do Espanta Gado e sabe a carência desta comunidade e acatou minha indicação e vamos realizar diversas obras. Além do calçamento, ele vem cuidando das estradas, que era um problema para todos nós que moramos numa comunidade distante da sede. No domingo (13), entregou um Centro Digital de Cidadania – CDC, para facilitar o acesso dos jovens ao mundo moderno da internet”, disse o parlamentar.

Ele também destacou a importância econômica do Espanta Gado, uma comunidade com mais de cinco mil habilitantes, um colégio eleitoral com 1.300 eleitores e que tem um projeto tramitando de emancipação desde 1990.   “Esta comunidade tem que ser olhada com carinho, pois o povo está saindo em função das gestões anteriores que não contribuíram para sua sustentabilidade. Só em São Paulo, estimamos mais de 04 mil pessoas daqui, entre a capital e o interior. Em Linhares, no Espírito Santo, são 50 jovens na faixa etária de 18 a 23 anos, trabalhando no comércio. Aqui tem casa, onde mora apenas o pai e a mãe, pois o restante da família teve que sair para ganhar a vida”, lamentou.

Para exemplificar o abandono que vivia o maior Distrito de Queimadas, o vereador citou o comportamento do ex-prefeito Edvaldo Caires, que nos 18 meses que esteve à frente da gestão onde foi eleito em 2008, antes de ser cassado, “não fez um só visita se quer a comunidade. Além do mais, não apoiou as nossas festas tradicionais de setembro e de vaqueiros, épocas que recebemos a visita dos nossos familiares e dos amigos”, disparou.

Da redação



COMENTÁRIOS

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.