politica

quinta-feira, 10 de março de 2011 08:16

Valente: Luciano Araújo garante que não hipótese de candidato único em 2012

Araújo garante que se houver disputa o que ele mais acredita "entrará de cabeça" para ajudar na vitória de Ismael.

Natural de Valente, o ex-assessor parlamentar Luciano Araújo, 44 anos, conhecedor profundo dos meios políticos em Brasília e Salvador, manteve contato com o CN por telefone e deixou claro que não existe hipótese para que haja candidato único em Valente na eleição do próximo ano, conforme cogitada na matéria publicada neste site sobre os possíveis nomes que disputarão a eleição pelo grupo liderado pelo prefeito Ubaldino Amaral (PSC).

O ex-assessor parlamentar, que morou e trabalhou no Distrito Federal desde muito jovem e hoje preside uma empresa de consultoria que presta serviços a várias prefeituras, quer voltar à terra natal para tentar ser a grande surpresa nas eleições 2012, caso venha acontecer um fato que junte os grupos em torno dos nomes de Gelson e Zenóbio. “Se isto acontecer, serei o candidato a prefeito e não será de brincadeira. Vai ser uma campanha pra valer e prá ganhar”, garantiu Araújo. Filiado ao PR, ele está traçando suas estratégias para obter êxito.

Luciano disse ao CN que este seu plano será concretizado caso Ismael Ferreira não seja o candidato, pois publicamente seu voto e seu esforço político será para o líder associativa, considerado por ele como o mais preparado para administrar Valente. “Ismael é um homem conhecido em todo mundo e preparado para encarar os desafios e agora seu grande desafio será ganhar a Prefeitura”, afirmou.

Ele garante que não medirá esforço para ajudar na eleição de Ismael Ferreira e colocar sua experiência a serviço da campanha. Luciano começou a trabalhar na assessoria do ex-deputado Pedro Irujo, depois assessor particular do ex-prefeito de Salvador, Fernando José (falecido) e de 1986 á 2006, assessorou o ex-deputado, hoje, ministro do Tribunal de Contas, Aroldo Cedraz.

“Trabalhei em muitos projetos quando fui assessor. Pretendo ajudar Ismael, porém, se prevalecer esta história de único, eu adianto que não irá acontecer e colocarei meu nome a disposição para ajudar a população a entender mais como funciona o meu trabalho e levantarei a bandeira da democracia no meu município, permitindo que meus conterrâneos tenham o direito de escolher. Mas, finalizo dizendo que meu voto é de Ismael e só vou para o embate, caso ele não seja candidato”, concluiu.



COMENTÁRIOS

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.