conceicao-do-coite

sábado, 30 de abril de 2011 17:29

Aposentado morre afogado em distrito Conceição do Coité

Embora tenha morrido dentro do tanque, membros da família não descartam a possibilidade de infarto.

Um dos irmãos aponta para o local onde a vítima foi encontrada

O aposentado José Bispo dos Santos, 67 anos, conhecido por Zuca, morreu afogado na manhã deste  sábado (30) quando tomava banho em uma barragem de pedras conhecida por Tanque de Fora, situado entre os povoados de Caruaru e São João,  município de Conceição do Coité.

Segundo a esposa do aposentado, Terezinha Antônia de Carvalho, conhecida por Tereza, 65 anos, Zuca bebia muito e chegou ao Tanque de Fora por volta das 09h50, encontrando ela lavando roupas. “Ele me disse que ia tomar banho e saiu em direção à água. Fiquei despreocupada, pois sabia que ele nadava bem. Minutos depois, um amigo chegou e perguntou por ele e falei que tinha ido tomar banho e para minha surpresa, ele me avisou que ele estava morto dentro d’água”, contou.

Dona Tereza disse ao CN que o corpo do marido estava dentro da água, apenas a cabeça estava fora do tanque. Um dos irmãos do aposentado, residente no Povoado do Jitai, que não teve a identidade relevada, mostrou o local onde o corpo foi encontrado e revelou que o local é fundo e em forma de cacimba, além do mais tem muito limo. Ele acredita que o irmão tenha passado mal e tentou sair, mais não conseguiu.

Familiares ja se movimentavam para levar " Zuca" até o hospital, até que surgiu um agente de saúde e confirmou que não havia batimento cardíaco

Muita dúvida – Zuca era conhecido na comunidade,  bebia todos os dias da semana e a família já havia internado em uma Clinica em Salvador para que pudesse deixar de beber, onde ficou por três meses, porém, ao voltar o Povoado de São João, onde residia na Rua das Flores, 67, teve uma recaída e voltou a beber.

Quando a funerária chegou com o caixão, familiares e vizinhos começaram a duvidar que o aposentado estivesse morto, pois, segundo eles, o corpo ainda estava quente e  as pernas e os braços flexíveis. Com opiniões divididas, uma parte queria que levassem o corpo para Coité afim que o óbito fosse atestado por um médico e os demais resolveram chamar o agente de saúde da comunidade, que utilizando de um aparelho que mede os batimentos cardíacos, constatou que estava realmente morto.

Por: Valdemí de Assis / fotos: Raimundo Mascarenhas



COMENTÁRIOS

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.