esporte

quarta-feira, 13 de abril de 2011 23:50

Bahia joga mal e só empata em casa com o Atlético Paranaense

A partida de volta acontece na próxima quarta-feira, em Curitiba, quando o Bahia já deve estar sob o comando do novo treinador, Renê Simões, que será oficializado no cargo nesta quinta.

O Bahia empatou por 1 a 1 com o Atlético-PR nesta quarta-feira (13) pela primeira partida das oitavas de final da Copa do Brasil. A decisão da vaga será na Arena da Baixada – o Bahia precisa vencer ou empatar com mais de um gol para seguir adiante na competição. Empate em 1 a 1 leva para os pênaltis e empate sem gols dá a vaga ao Atlético.

Diante do seu primeiro adversário de Série A no ano, o Bahia demonstrou muitas fraquezas tanto no setor defensivo quanto no ataque. No começo da partida, o Furacão era só pressão e por pouco não abriu o placar logo. Aos 7 minutos, o colombiano Guerrón recebeu sozinho pela direita e invadiu a área, chutando rasteiro, mas Omar conseguiu tocar na bola e Thiego cortou a sobra. Susto nas arquibancadas.

Com o Atlético-PR ditando o ritmo da partida, o Bahia encontrava dificuldade para chegar ao gol e só foi aparecer com mais perigo aos 36 do primeiro tempo, quando Marcos disparou, tirou de zagueiro e chutou para defesa do goleiro rubro-negro. Logo depois foi a vez de Souza receber um lançamento na pequena área, mas o centroavante perdeu o tempo da bola e não conseguiu cabecear nem dominar.

Quando parecia que o Bahia podia equilibrar as coisas, o Atlético abriu o placar, aos 44 minutos. Em contra-ataque rápido do Furacão, Guerrón recebeu pela direita e dessa vez não desperdiçou: tocou no cantinho direito de Omar, fazendo 1 a 0 para o Atlético.

Empate
Em desvantagem, o Bahia ensaiou uma reação no início do segundo tempo, começando no ataque. Já no primeiro minuto, Marcone cruzou pela direita e a bola desfilou na frente do gol, mas Marcos e Souza não conseguiram chegar nela para mandar para as redes.

Aos 8 minutos, Souza recebeu na área mas se atrapalhou ao dominar a bola, que foi cortada pela zaga paranaense. O jogador começou a ser vaiado pela torcida e pouco depois foi trocado por Rafael. Maurício entrou no lugar de Ramon.

Maurício entrou bem e já aos 18 fez uma bela jogada pela esquerda e chutou forte, mas a bola bateu na zaga e foi para fora. O meia ainda mandou um chute forte de direita após troca de passes com Dodô e Rafael e a bola passou perto do gol, assustando o goleiro Renan.

O Atlético continuava assustando – Gabriel cobrou uma falta muito forte e Thiego tirou a bola quase na linha. Quando parecia que o Bahia sairia da partida com a derrota diante da sua torcida, Camacho deixou tudo igual, aos 39 do segundo tempo, quando chutou de primeira da entrada da área, marcando um bonito gol. Com muita gente na frente, o goleiro não teve chance.

Mauricio ainda chegou ao ataque pela esquerda no final da partida, chutando forte depois de bela arrancada, mas Renan Rocha defendeu e não havia jogador do Bahia no rebote. Depois de quatro minutos de acréscimo, o juiz encerrou o jogo – o gol no final salvou o Bahia de um resultado ainda pior, mas o time agora está em uma situação delicada e precisa de um bom placar na casa do adversário.

A partida de volta acontece na próxima quarta-feira, em Curitiba, quando o Bahia já deve estar sob o comando do novo treinador, Renê Simões, que será oficializado no cargo nesta quinta.

Fonte: Correio



COMENTÁRIOS

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.