conceicao-do-coite

sábado, 23 de abril de 2011 11:41

Coité – Católicos resgatam Procissão do Senhor Morto

Procissão existiu enquanto padre Reis (falecido) dirigiu a Paróquia no final da década de 80.

Homens levaram andor do Senhor Morto e mulheres Nossa Senhora das Dores

A sexta-feira da paixão em Conceição do Coité este ano aconteceu no formato de resgate a uma tradição que estava adormecida há aproximadamente 20 anos, a Procissão do Senhor Morto. Com o resgate, ocorreu também a alteração das atividades no dia em que Cristo foi crucificado.

Ás 15h aconteceram a Missa da Paixão celebrada pelo padre Charles Santana e a noite uma encenação da Paixão e Morte de Jesus no largo da Matriz. A equipe Perseverança apresentou para uma grande multidão as quatorze estações da paixão e morte do senhor. A apresentação no mesmo local foi novidade, pois há muitos anos era realizada pelas equipes no alto de um trio elétrico, acompanhado pelos fiéis. O trio fazia o percurso e realizava parada onde eram assistidas as estações.

Após a encenação o pároco ordenou que os homens pegassem o andor com a imagem do Senhor Morto e as mulheres Nossa Senhora das Dores, em seguida iniciou a peregrinação pelas ruas do centro da cidade. A personagem de Verônica, vivida por Joseanne Dias era o motivo das paradas. A atriz depois de ouvir o som da matraca subia em um banco e entoava o canto em latim que traduzido diz: “A voz todos que passai, parai, parai…”, seguido de exibição de um pano com a pintura da face de Cristo  cujo apresentação aconteceu no largo da igreja, antes da saída da procissão, em frente aos Correios, largo do Mercado, Semáforo, saída para Salgadália, Fonte Luminosa, Praça do Fórum e finalizou na igreja matriz onde aconteceu o oficio.

Foto da encenação da Paixão de Cristo de Retirolândia

Quem foi Verônica para Jesus? – foi uma mulher piedosa de Jerusalém que, comovida com o sofrimento de Jesus ao carregar a cruz até o Gólgota, deu-lhe seu véu para que ele pudesse limpar seu rosto. Jesus aceitou a oferta e, após utilizá-lo, devolveu-o à Verônica. E então, a imagem de seu rosto estava milagrosamente impresso nele[3][4][5].

Significado da Procissão do Senhor Morto

Essa celebração dramática acontece na Sexta feira Santa. Prepara-se um Calvário, com o Senhor crucificado, acompanhado de algumas figuras bíblicas.

Em geral, aparecem a figura de Maria, Mãe de Jesus, caracterizada com o a Senhora das Dores. Tem-se o costume de se colocar Maria Madalena, Verônica, São João apóstolo e outros.

A procissão é seguida em silêncio, ao som das matracas e com cânticos de dor e piedade. A devoção popular faz dessa celebração o ponto alto da Semana Santa. Todos acompanham e rezam, como se fosse de fato um enterro real.

Há ainda o costume de se beijar o Senhor Morto após a chegada à Igreja, com clima de piedade, tristeza e meditação.

Existem algumas tradições populares que são marcantes na sexta feira Santa. Ao meio da Sexta feira Santa, muitos já vão à Igreja para o beijamento do Senhor Morto. Geralmente é uma imagem de tamanho natural, com cabelos naturais, que está deitada num esquife, com lençol e fronha bordados de roxo.

Raimundo Mascarenhas texto e fotos



COMENTÁRIOS

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.