conceicao-do-coite

domingo, 10 de abril de 2011 13:59

Coité: Sede do CREAS é destruída por incêndio

Todas as salas foram atingidas pelo fogo que não se sabe se foi causado por vândalo ou curto circuito. Nenhuma porta foi arrombada.

Um incêndio ainda sem muita explicação destruiu as instalações do Centro de Referência Especializada de Ação Social – CREAS, unidade de Conceição do Coité, situada a Praça Possina Rosa Araújo, na madrugada de quinta-feira (8), mas só foi permitido o acesso da imprensa na manhã deste domingo (10) depois do trabalho dos peritos.

De acordo com Dagner Lopes, administrador da secretaria de assistência social do município, o incêndio foi descoberto com a chegada da primeira funcionária na manhã de sexta, ao abrir a porta deparou com as paredes, teto, móveis e computador totalmente carbonizados.

Dagner aponta para o local aonde ficava o computador

Ainda segundo “Daguinho” como é conhecido o administrador, apesar da sede do CREAS está situado ao lado do fórum e outras residências, ninguém percebeu o incêndio que deve ter acontecido na madrugada.

A suspeita é que tenha sido um incêndio criminoso, pois o CREAS tem  um trabalho dedicado a problemas psicológicos, conflitos familiares, assuntos relacionados a crianças e adolescentes e usuários de drogas.

Só os peritos podem confirmar se o incêndio foi um ato de vandalismo ou problemas na rede elétrica.

 

O que é o CREAS?

O CREAS – Centro de Referência Especializado da Assistência Social é um dispositivo do Sistema Único da Assistência Social (SUAS) que trabalha com famílias em situação de risco pessoal e social.
O SUAS tem o foco das ações na família, sendo dividido em atenção básica e especial. A atenção básica é materializada no CRAS, com ações preventivas, de fortalecimento dos vínculos familiares e comunitários, geração de renda e atividades sócio-educativas. A atenção especial é concretizada no CREAS, através de acompanhamento psicossocial, visitas domiciliares, grupos reflexivos e articulação da rede sócio-assistencial para orientação e encaminhamentos a outros serviços de famílias e pessoas com direitos violados.
O CREAS é responsável pela oferta de serviços de média complexidade no município, tendo por direção: a) proteger pessoas e famílias em situação de violação de direitos de modo a ampliar a sua capacidade para enfrentar com autonomia os revezes da vida pessoal e social; b) monitorar e reduzir a ocorrência de riscos, seu agravamento ou sua reincidência; c) desenvolver ações para eliminação/redução da infringência aos direitos humanos e sociais (Guia-CREAS).

Qual o público atendido?

Qualquer pessoa ou família, independente de classe social, em situação de violação de direitos sócio-assistenciais, tais como violência ou negligência contra crianças e idosos; abuso e exploração sexual infantil, adolescentes em medida sócio-educativa e em situação de trabalho infantil e violência contra a mulher. Porém, em caso de Medidas Protetivas o Conselho Tutelar, a Polícia e o Ministério Público devem ser acionados.
O público atendido pode vir ao CREAS por basicamente três formas: 01) demanda espontânea, ou seja, a própria pessoa ou família em situação de violação de direitos procura o programa. 02) Encaminhamento de outras entidades ou instituições como, por exemplo, Delegacia, hospital, Conselho Tutelar ou de direitos, escolas entre outros. 03) Busca ativa ou denúncia. A partir de denúncias, os técnicos do programa realizam visitas domiciliares para a inclusão das famílias no CREAS.

Por: Raimundo Mascarenhas

 



COMENTÁRIOS

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.