politica

quarta-feira, 27 de abril de 2011 23:19

Deputada Neusa Cadore saúda as trabalhadoras domésticas

A realidade do trabalho doméstico expressa as marcas das desigualdades de gênero, raça e classe que impera desde a escravidão.

A deputada Neusa Cadore apresentou moção de congratulações pelo Dia Nacional da Trabalhadora Doméstica comemorado nesta quarta-feira, 27 de abril. No Brasil, a categoria é formada por cerca de 8 milhões de pessoas, a maioria mulheres negras, com baixa escolaridade e sem carteira assinada. Na Bahia são 500 mil trabalhadores, dos quais 140 mil em Salvador e RMS.

A realidade do trabalho doméstico expressa as marcas das desigualdades de gênero, raça e classe que impera desde a escravidão. Fruto da organização social, elas têm conquistado muitas vitórias ao longo dos anos, como aposentadoria, registro em carteira e férias, licença-maternidade, entre outras. Mas a luta precisa avançar para equiparação de direitos assegurados às demais categorias, como FGTS e Seguro Desemprego (obrigatórios), PIS, carga horário de trabalho regulamentado e remuneração de hora extra.

“É preciso enfrentar as desigualdades vividas pelas mulheres no mundo do trabalho. Que a luta dessas trabalhadoras possa contar com a solidariedade das demais categorias, e que neste dia 27 de abril, possamos fazer uma reflexão do significado de ser trabalhadora doméstica no Brasil, reforçando o coro dessas bravas mulheres”, enfatiza a parlamentar.

No documento, a deputada Neusa afirmou que nos últimos anos a interlocução da categoria com o Governo Federal contribuiu para o reconhecimento e para a conquista de diversos direitos. “Um exemplo disso é o programa intergovernamental Trabalho Doméstico Cidadão, que envolve ações de qualificação profissional e social, com elevação de escolaridade, além de políticas de acesso à moradia, creche e ampliação dos direitos sociais”, ressalta. A formalização do trabalho doméstico foi anunciada pela Secretaria Especial de Políticas como uma das prioridades da presidenta Dilma Rousseff.

CONVENÇÃO – Uma importante vitória do segmento ocorreu em 2010, durante a 99ª Conferência da OIT (Organização Internacional do Trabalho), em Genebra, Suíça, quando a temática do Trabalho Doméstico foi inserida na pauta de debates. Dentre os encaminhamentos do evento, destaca-se a elaboração de uma Convenção pela qual os países signatários terão que adotar mecanismos para promover a igualdade de oportunidades no mundo do trabalho, com atenção à categoria das trabalhadoras domésticas. A convenção será ratificada em junho deste ano no mesmo país, com a presença de Creuza Maria Oliveira, presidenta da Federação Nacional das Trabalhadoras Domésticas.

Assessoria de comunicação do mandato



COMENTÁRIOS

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.