fatos-policiais

segunda-feira, 04 de abril de 2011 20:26

Desarticulada quadrilha que praticava assaltos em cinco municípios

Os assaltos foram feitos em Morro do Chapéu, Juazeiro, Baixa Grande, Macajuba e Itaberaba.

Em mais uma operação conjunta, equipes das 12ª, 16ª e 1ª Coordenadorias Regionais de Polícia (Coorpins) – respectivamente de Itaberaba, Jacobina e Feira de Santana – prenderam, no último fim de semana, quatro integrantes de uma quadrilha acusada de praticar assaltos, em cinco municípios baianos, no período de apenas três dias. Os crimes começaram pela cidade de Morro do Chapéu.

De acordo com a polícia, Paulo José Santos Sampaio, 26 anos, Gemerson de Jesus Santos, 20, Ceumiranda Neres da Silva, o ‘Nego de Celina’, 34, e Antônio Carlos Neres da Silva, o ‘Nenezinho’, 19, e outros dois comparsas seguiram de Morro do Chapéu para Juazeiro, onde tomaram de assalto o Gol de cor preta e placa NLZ-2566.

A proprietária do veículo e duas filhas menores de idade ficaram como reféns, por quase duas horas, e só foram liberadas depois que os bandidos obrigaram a motorista a fazer vários saques bancários.

Ainda ocupando o Gol roubado, a quadrilha rumou para a cidade de Baixa Grande, onde abordou o dono de uma Picape S10, de onde foi levada a aparelhagem de som avaliada em R$ 8 mil. Na sequência, o bando alcançou o município de Macajuba e assaltou um posto de combustíveis.

Antes de serem presos, Paulo José, Gemerson, ‘Nego de Celina’ e ‘Nenezinho’ assaltaram um supermercado, em Itaberaba, e subtraíram todo o numerário do caixa e dos clientes – no valor aproximado de R$ 3.000. A polícia chegou ao estabelecimento quando eles tentavam fugir e houve tiroteio. No confronto, uma viatura da Polícia Civil foi alvejada por seis tiros disparados pelo bando.

Prisões preventivas

Autuados em flagrante, os quatro ladrões foram encaminhados para a sede da 12ª Coorpin, em Itaberaba. Os outros dois integrantes da quadrilha, identificados como Victor Militão Macedo Bastos, 18 anos, e Lucas Neres da Silva, o ‘Galego’, que conseguiram fugir, já tiveram as prisões preventivas solicitadas à Justiça.

Segundo o coordenador da 12ª Coorpin, delegado Jorge Figueiredo Júnior, os quatro custodiados irão responder pelos crimes de tentativa de homicídio, roubo qualificado, dano ao patrimônio público, formação de quadrilha, resistência à prisão e porte ilegal de arma. Os irmãos Ceumiranda e Lucas Neres da Silva eram investigados por envolvimento com quadrilhas especializadas em roubo a bancos e de cargas, além do tráfico de drogas.



COMENTÁRIOS

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.