santaluz

domingo, 17 de abril de 2011 19:01

Santaluz – Cavalgada do Haras Sena reuni vaqueiros e amazonas de todo território do sisal

A segunda cavalgada do parque Haras Sena, segundo os organizadores, superou todas as expectativas e foi sucesso absoluto.

Igor a esquerda da foto comemorou o grande número de participantes. Arleon (D) disse quem em poucos anos será uma das mais populares da região

A intimidade com as montarias e as músicas típicas do sertão, em especial os aboios dos vaqueiros Deli (Araci), Manezinho (Queimadas), Edmundo (Quijingue), Edmilson, Nadir e Luiz de Santaluz, movimentaram os 05 km percorridos por mais de 500 vaqueiros desde o Posto Pouso da Garça até a Fazenda Bom Jardim, onde fica o Parque Haras Sena. Eles participaram da 2ª Cavalgada do Parque, organizada pelo advogado Igor Dias e pelo proprietário do Haras, Arleon Sena.

Amigos de infância, Arleon Sena contou ao CN que há muito tempo vinha sendo incentivado por Igor a realizar um evento desta natureza, porém respondia que esperasse ele se formar. “Assim que Igor se formou, fizemos acontecer nosso sonho e um ano depois realizamos a primeira cavalgada. Agora estamos repetindo com sucesso e com o número dobrado de participante”, disse Sena.

A primeira edição da festa aconteceu em 20 de maio do ano passado e, segundo Arleon, eles querem determinar uma data fixa e foi estabelecido o domingo de ramos. “Em 2010 houve uma coincidência com a festa de Retirolândia e nós resolvemos antecipar para que todos participassem”, concluiu.

Parada no Bairro Morro dos Lopes – Depois de percorrer o centro da cidade, a cavalgada passou pelo Bairro Mãe Rufina e deu parada de trinta minutos na Praça do Bairro, onde houve uma confraternização e serviu para descansar os animais.

Aos 70 anos de idade e seis meses, como faz questão de dizer, Luís Lopes disse ao CN que era uma felicidade estar na festa e ainda com força para trabalhar. “Ser vaqueiro é cuidar do gado, dos cavalos, das éguas, das cabras sempre com muita estima”, ensinou.

Nesta foto o desfile ocupou os dois quilômetros que distância a linha férrea situada no contorno de acesso ao Morro do Lopes á fazenda Bom jardim, na BA 120, palco da festa. Chegando ao local houve concurso de marcha eqüinos batida, muar picada e batida, além da argolinha com premiação equivalente a 70% das vendas de inscrições rateadas entre os vencedores. (AGUARDE O ÁLBUM DE FOTOS)

Para Igor Dias, é preciso que esta manifestação, que estas cantigas cheguem aos palcos de Salvador e ao mundo, “daí a importância da cobertura do CN”, afirmou. Ele disse também que organiza a festa para os vaqueiros e este ano resolveu incluir na programação, uma argolinha, pois a mesma estava em extinção.

Denis é especilista em ferradura e estava no evento como julgador

A presença de pessoas de outros municípios, a exemplo de Denis Dias de Souza, conhecido por Capim Grosso, que mora na cidade de Cabaceiras do Paraguaçu, onde exerce a função de secretário de transporte da Prefeitura, demonstra que a festa de cavalgada é um dos elementos de atração de turistas para Santaluz e, se depender dele, esta festa não irá acabar.

A segunda cavalgada do parque Haras Sena, segundo os organizadores, superou todas as expectativas e foi sucesso absoluto. “Desde o primeiro ano que o evento atrai um grande número de visitantes, provenientes de todas as cidades da região, mas este ano foi registrado um público impressionante. Graças à boa estrutura do Parque do Vaqueiro, quem esteve em Santaluz pode curtir a festa com paz e tranqüilidade”, falou Igor Dias.

Por: Valdemí de Assis / fotos: Raimundo Mascarenhas



COMENTÁRIOS

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.