agricultura

sexta-feira, 22 de julho de 2011 07:25

FETAG participa do lançamento do Plano Safra – 2011-2012

O presidente da entidade Cláudio Bastos durante seu discurso em dois momentos chamou Lula de presidente.

O presidente da Fetag Bahia, Claudio Bastos, e uma caravana de dirigentes e trabalhadores e trabalhadoras rurais dos STR’s filados à federação, participaram na manhã de quinta-feira, 21, no Grande Hotel Stella Maris, em Salvador, do Lançamento pelo Governo do Estado e MDA – Ministério do Desenvolvimento Agrário, do Plano Safra da Agricultura e Pecuária da Bahia 2011/2012.

O evento contou com a presença do governador Jaques Wagner, do ministro Afonso Florence do MDA, de trabalhadores e trabalhadoras rurais, de diversas autoridades, deputados federais e estaduais, senadores, prefeitos, representantes de instituições e bancos federais, e a presença marcante do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que foi homenageado pelos agricultores baianos como reconhecimento pela implantação de políticas públicas em defesa da agricultura familiar durante seus dois mandatos.

Cláudio Bastos saudou a todos, ressaltando a atuação do Ministro Afonso Florence, do secretário da Agricultura do Estado, Eduardo Sales e do governador Jaques Wagner, pontuou a presença dos movimentos sociais, lideranças de associações e dos agricultores familiares. Falou da importância que tem a agricultura familiar para a segurança alimentar do país, enfatizando que houve avanços com o governo Lula na implementação das políticas públicas, mas, no entanto, é necessário que este processo de mudança tenha continuidade com o governo Dilma, que mostra-se sensível às reivindicações da Contag e das Federações, como foi recentemente com o Grito da Terra Brasil.


O presidente da Fetag defendeu que é necessário olhar a Agricultura Familiar e o Nordeste de forma diferenciada, com políticas públicas, recursos e um modelo de Assistência Técnica continuada; “A maioria dos pobres vivem no Nordeste, e boa parte na Bahia, por isso defendemos novas políticas de inclusão social, novas ações para inserir cidadãos no mercado de trabalho, aumentar a produtividade em áreas rurais e promover a inclusão social de brasileiros que vivem em situação de pobreza extrema. O Plano Safra dá acesso ao crédito, e é uma das  políticas públicas necessárias para a produção de alimentos, que fará avançar nosso povo no caminho de um desenvolvimento rural sustentável. Desejo sucesso ao Plano e o vejo como um avanço para a garantia de um país realmente rico, sem fome e sem pobreza.” Concluiu.

Bastante aplaudido, Lula ressaltou que uma das preocupações dos seus dois mandatos foi a necessidade do agricultor familiar não só produzir para comer, mas comercializar seus produtos gerando renda para sustentar suas famílias. Disse que recuperou o papel das instituições federais de ensino e financeiras para atender com respeito e responsabilidade o homem do campo; ensino técnico e empréstimos aos pobres foram suas metas, além da garantia do preço da produção.


Lula discorreu sobre a firmeza do povo brasileiro no enfrentamento às adversidades, de como são bons pagadores os pequenos produtores, e da necessidade da distribuição de renda como é o Bolsa Família que não é esmola e que mudou o perfil do povo que agora tem um mínimo para comprar o pão de cada dia. “Dê oportunidade que o pobre não quer ser pobre. O futuro tem que ser aqui, agora.”

Sobre a atuação do Governo do Estado, Lula disse que a Bahia tá no caminho certo; mas precisa de um estaleiro e um novo porto para escoar a produção para avançar ainda mais.

O ato de lançamento seguiu com a assinatura de contratos dos Governos Federal e Estadual, instituições financeiras com agricultores e cooperativas, com a entrega de chaves de tratores e compra de animais. Pronunciamentos do Ministro Afonso Florense, secretário Luciano Sales, e do Governador Jaques Wagner, que destacaram números dos financiamentos à agricultura familiar, dos empreendimentos com cooperativas de agricultores no estado, como a criação da fábrica de chocolate em Ilhéus, dentre outros, e da implantação de diversas políticas públicas do governo federal e estadual para avançar a Bahia e o Brasil.

Fonte: ASCOM / fotos: Raimundo Mascarenhas



COMENTÁRIOS

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.