Gospel: Wellington Camargo, irmão de Zezé e Luciano fez show em Cansanção e Euclides da Cunha

Camargo iniciou a carreira gospel, justamente depois de se libertar das mãos dos seqüestradores, inclusive lançou o DVD "Jesus Estava no Cativeiro", contando sua história de vida e superação.

Euclides  da Cunha – O cantor gospel Wellington Camargo, irmão da dupla Zezé e Luciano, se apresentou na noite de sábado, 9, no Grêmio Cultural de Euclides da Cunha, para uma grande multidão, a  maioria evangélicos, que foram conhecer a trajetória de vida do cantor que é paraplégico desde os dois anos, por causa de uma poliomielite e ficou conhecido nacionalmente depois de ser seqüestrado e mantido em cativeiro por 94 dias, a crueldade dos seqüestradores foi muito grande, ao ponto de cortarem uma das suas orelhas.

Camargo iniciou a carreira gospel, justamente depois de se libertar das mãos dos seqüestradores, inclusive lançou o DVD “Jesus Estava no Cativeiro”, contando sua história de vida e superação.

Em Euclides da Cunha o evento foi promovido pela Igreja Comunidade Evangélica. Em Cansanção o show aconteceu na noite do dia 7 de julho e teve a realização Igreja Evangélica Assembléia de Deus Ministério Perus, sob a liderança do pastor Pastor Rogério.

Por: Raimundo Mascarenhas * com informações e foto portal de noticias e euclides da cunha.com

  

comentários Esconder »
Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.
veja também Ver todos »
Prefeito Ranulfo continua com Vando para estadual, enquanto seu principal adversário Ari de Almerindo também mantém o apoio da Roberto Carlos.
Segundo agência de notícias AFP, as vítimas eram dois bebês, de oito meses e dois anos, e a mãe de ambos. O esposo e sobrinho do Papa está internado em estado grave.
A missa foi de comemoração e de inicio de uma possível despedida da paróquia coiteense.