Três adultos e duas crianças morrem em acidente em Itabuna

A criança de 4 anos estava no colo de uma das vítimas no banco da frente e morreu esmagada.

Cinco pessoas, sendo três adultos e duas crianças, morreram em um acidente ocorrido na noite deste sábado (13), no km 8 da BA-967, que fica no anel de contorno que liga a BR-415 a BR-101, no município de Itabuna, no sul da Bahia. Como o posto da Polícia Rodoviária  Federal (PRF), os agentes prestaram o socorro inicial as vítimas, mas o registro foi acompanhado pela Polícia Rodoviária Estadual (PRE).

Um Siena de cor prata, placa JOE 2158, bateu em um muro de proteção no semi-anel rodoviário (mureta que impede que os veículos caiam em um rio do local). Dois sobreviventes foram socorridos para o Hospital de Base de Itabuna. Os corpos das vítimas foram encaminhados para o Instituto Médico Legal (IML) da cidade.

As vítimas fatais foram identificadas como Antônio Lima dos Santos, de 41 anos, e Joel Almeida do Vale, 27, Ywuhonan Cerqueira dos Santos, quatro anos, Beatriz Aparecida Almeida do Vale, seis anos e Raimunda de Jesus Cerqueira, 36 . A polícia não confirmou, mas é provável que os menores fossem filhos das vítimas, por causa dos sobrenomes.

Uma das pessoas feridas socorridas para o hospital foi identificada como Ivanilda Silva, 22. A outra pessoa sobrevivente, um homem negro, com aproximadamente 35 anos, está em estado grave. A criança de 4 anos estava no colo de uma das vítimas no banco da frente e morreu esmagada.

Fonte: Correio

comentários Esconder »
Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.
veja também Ver todos »
A criança foi socorrida para um hospital de Feira de Santana, enquanto a mãe foi transferida para o HGE.
De acordo com o soldado Brito, da 66ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM), os matadores chegaram com arma em punho e quando encontraram as vítimas em uma construção abandonada, começaram a atirar atingindo os alvos (os três homens) e a menina, que passava pela rua.
Evandro cometeu o crime na residência delas, provocando vários ferimentos nas vítimas, que não tiveram como se defender. Apesar de vizinho, mãe e filha não tinham qualquer aproximação com ele.