Valente – Prefeito atende reivindicação e professores suspendem a greve

Com a nova proposta os professores de Valente passarão a receber como salário base inicial o piso Nacional estabelecido em R$ 1.187,97 (40 horas semanais de trabalho).

Os professores da rede municipal do município de Valente retornam as suas atividades normais nesta segunda-feira (01), depois de uma semana de paralisação. A categoria teve a reivindicação  atendida pelo prefeito Ubaldino Amaral (PSC), que enviou a Câmara um novo projeto de lei, conforme a Lei do Piso Salarial Nacional do Professor (Lei Federal 11.738/2008 – Parecer do STF em maio/2011), alterando a tabela de vencimento dos proventos, passando a vigorar retroativamente a 1º de maio.  Com a nova proposta os professores de Valente passarão a receber como salário base inicial o piso Nacional estabelecido em R$ 1.187,97 (40 horas semanais de trabalho).

 O Projeto de Lei Complementar nº 011/2011, que altera a tabela de vencimentos básicos dos professores da rede municipal de ensino de valente, nos termos da legislação vigente, atendendo a reivindicação do Sindicato dos Servidores de Valente (SESEV) e após a aprovação por unanimidade em dois turnos, será encaminhado ao executivo para ser sancionado.

Após ser sancionada lei, os salários serão pagos de acordo com os níveis e ficaram aproximados aos publicados abaixo:

Para os professores com jornada semanal de vinte horas:

NÍVEL ESPECIAL: R$ 593,50

NÍVEL 1: R$ 741,50

NÍVEL 2: R$ 816,00

NÍVEL 3: R$ 897,50

NÍVEL 4: R$ 967,00

Para os que trabalham quarenta horas:

NÍVEL ESPECIAL: R$ 1.187,00

NÍVEL 1: R$ 1.453,50

NÍVEL 2: R$ 1.632,00

NÍVEL 3: R$ 1.795,00

NÍVEL 4: R$1.974,50

Entenda o que motivou a greve – No inicio de julho, aconteceu uma reunião entre o prefeito Ubaldino Amaral e uma comissão do Sindicato da categoria e na época a equipe da Prefeitura propôs encaminhar um Projeto de Lei pedindo autorização a Câmara para reajustar os salários a partir de julho, sendo que  começaria a pagar em outubro, ou seja, pagaria dois meses, o atual (outubro) e um atrasado (julho). No mês seguinte, novembro, pragaria o mês 11 e 08, ou seja, pagaria mensalmente o valor corrigido mais a diferença. Os meses de maio e junho início do período determinado pela Lei federal, não seriam contemplados. Proposta não aceita pela classe

Com a greve deflagrada, o prefeito voltou a sentar com o Sindicato e atendeu a categoria, encaminhado a Câmara o projeto de lei que foi aprovado na sexta-feira (29), incluindo a diferença dos meses de maio e junho.

 Secretário fala em avanços – Ao CN, o secretário de educação, Marcos Adriano disse que a classe dos professores de Valente, ao longo dos quase 07 anos da administração de Ubaldino Amaral, conseguiu avanços salariais e cita como exemplo:

  • Em janeiro de 2005 o professor com formação superior, recebia de salário base R$ 286,00 e, hoje, com o novo Plano de Cargos passa a receber R$ 741,50 (uma evolução de quase 160%).

 

  • A categoria recebeu grande incentivo de formação e qualificação com a

 

  • Parceira da FTC (mais de 90 professores se graduaram em 05 anos) e com o MEC (mais de 30 professores cursam a Plataforma Freire em curso de nível superior e mais 17 estão matriculados para segunda etapa da formação).

 

  • Aumento do estímulo à atividade de classe que, antes era de 10% do salário base e, desde 2009 é 20%.

 

  • Os professores (juntamente com todos os funcionários públicos municipais) também ganharam direito ao adicional por tempo de serviço de 5% a cada 05 anos de trabalho;

 

  • Adicional de 10% (sobre salário base) de estímulo à atividade complementar para professores em classes de séries iniciais do ensino fundamental e educação infantil.

“Estamos investindo muito na infraestrutura das escolas, pois entendemos que os professores e alunos precisam de um ambiente agradável para ensinar e aprender. Só para constar, apenas no primeiro semestre deste ano foram investidos mais de R$ 250 mil reais em reformas, ampliações e construções nas escolas, tanto na sede quanto na zona rural. Melhoramos o atendimento pedagógico com a implantação de coordenação pedagógica nas próprias escolas, implantamos desde 2006 equipe de psicopedagogas para acompanhamento de crianças com problemas de aprendizagem. Oferecemos diversos cursos de formação para professores e outros profissionais da educação. Tudo isso deve ser visto como investimento em educação e deve ser levado em conta num processo de educação municipal. A prefeitura tem que olhar o processo como um todo e não focar apenas um ponto. Temos a consciência de um trabalho bem feito e estamos convictos de continuar elevando nossos indicadores, pois acreditamos nos nossos professores e temos a certeza de um trabalho de qualidade”, falou Marcos sobre os investimento.

Por: Valdemí de Assis /

comentários Esconder »
Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.
  1. luiz: 
    valente - 3 de agosto de 2011
    p.m.v. recebe verbas dias 10 20 30 a cada mes 16000 mil e obrigacao pagar em dias oque nao estar acontecendo , deve posto decombustuvel ,farmacias,mercadinhos ealgumas pessoas que prestam servicos ,o que nao deveria acontecer.
  2. Valentense: 
    2 de agosto de 2011
    Os Professores mesmo sem ser o valor merecido mas estão recebendo, pior são os funcionários da APAEB q estão todos atrasados. O PT de Valente deve fazer igual a 2008 pagar para ter moral nas eleiçoes depois volta todo o atraso novamente. A APAEB NAO PAGA SALARIO, FERIAS 13º - NADAAAA!!!!!!!!!!!
  3. Jesse Papito: 
    2 de agosto de 2011
    parabéns para os professore que com muita luta foram vitoriosos
  4. Lomanto Queiroz: 
    valente - 2 de agosto de 2011
    Gostaria de chamar atenção do Povo Valentense, que Educação de qualidade transforma qualquer sociedade para o bem e para melhor, assim cabe ao gestor publico pagar correto e incentivar para qualificação dos mesmos, para em um futuro próximo elevarmos o índice de qualidade educacional do nosso Município. Transformar e educar é um oficio árduo nos temos de hoje, onde muitos alunos se envolve no alcoolismo, entorpecentes e outros abusos dentro da sala de aula tratando muitas vezes com grosserias seus professores e alunos (colegas) esse é um dos desafios do Secretário Marcos Adriano, vejo muitas escolas na Sede e Zona Rural com problemas elevados de alunos envolvido no mundo das drogas e, na maioria os professores que não estão preparados para lidar com isso acaba entrando em depressão com sérios problemas de saúde devido a tais obstáculos encontrado dentro do ambiente de trabalho. Se algo não for feito, em breve teremos uma classe estudantil cada vez mais envolvida com esse mundo cruel que é o mundo das drogas seja lícitas ou ilícitas. A credito que podemos fazer algo diferente como atividades sócios educacionais e educativas com essa classe estudantil, principalmente com crianças na faixa etária de 09 aos 16 anos que acredito seja o perfil de risco da entrada ou não para meio. Se conseguirmos bloquear nesse período conscientizando aos pais, alunos, professores e sociedade organizada dos reais problemas que as drogas fazem para o ser humano, teremos êxito nessa missão.
  5. ACHEI OTIMO!!: 
    valente - 1 de agosto de 2011
    Parabens aos professores e principalmente pela FORÇA que SISEV. GANHOU. E vejam só, o frefeito fala do ATS como se ele tivesse pagando do proprio bolso. Ta enganado Babau!! édireito nosso!!! E foi com muito esforço tambem com paralisacoes e varias encontros, uns 18, ta bom pra vc? Se nao andar na LINHA o TREM pega.
  6. joao: 
    valente - 1 de agosto de 2011
    é preciso lembrar que o indicativo de greve foi mantido. se a prefeitura nao depositar a grana conforme foi combinado a greve volta.
  7. Antonio - Salvador: 
    Salvador - 1 de agosto de 2011
    é graça viu!! o cara não paga o que é direito do professor, e ainda sai como herói.... só em valente mesmo viu....
  8. Sandro Silva: 
    Valente - 1 de agosto de 2011
    Esse ou essa Van deu uma puxada de saco impressionante, será que ele ou ela realmente tem todo esse apreço ao prefeito ou seria medo de perder o misero emprego no ano que vem?? ...kkkkk. parabens pelo esforço
  9. Nide: 
    Valente - 1 de agosto de 2011
    Nada mais do que a obrigação dele como prefeito! É piso salarial nacional e tem de ser respeitado! Parabéns aos professores que não aceitaram ser enrolados com o projeto que foi enviado anteriormente para a câmara, se não fosse a GREVE DOS PROFESSORES, eles nã teriam obtido essa conquista! Que feio Ubaldino!!!!
  10. Amanda: 
    valente - 1 de agosto de 2011
    van: O Prefeito demorou de resover , e só resoveu porque os PROFESSORES, com toda direito entraram em grave. PARABENS para os Professores
  11. MAIS DO Q MERECIDO!: 
    Valente - 1 de agosto de 2011
    "Os professores de Valente e o sindicato estão acordando,pois não é de hoje que os professores sofrem com um salário tido como um dos menores da região,embora conheça o trabalho de dezenas de profissionais da educação e perceba que são além de dedicados,inteligentes,inovadores,fazem cursos de atualização e ganhavam uma miséria, que discrepancia hein!.Esse mérito da conquista tem que ser dado a vocês PROFESSORES GUERREIROS ,fico emocionado em saber que seus DIREITOS mesmo tardiamente serão postos em prática ,antes tarde do nunca,não é?"
  12. van: 
    valente - 1 de agosto de 2011
    muito bem melhor prefeito da historia de valente e da bahia ja cinto saudades de saber que so tem mais 1,5 meses de governo,muito obrigado por tudo feiro ate este exato momento por nossa terra muito querida,abraço.
veja também Ver todos »
O evento teve inicio na segunda-feira, 25, e finalizou na sexta, 29/07
Quatro novos cursos oferecidos em Coité estão evitando que centenas de alunos deixem suas casas para estudarem em cidades distantes
São oferecidas 3.943 vagas dos cursos técnicos nas formas integrada e subsequente, disponíveis em 19 cidades da Bahia