Presidente da Câmara conta sua versão em relação ao manifesto do professor Wanderson

O assunto gerou polêmica na cidade e chamou a atenção nas redes sociais

Em e-mail enviado ao CN, o presidente da Câmara de Vereadores de Nordestina, vereador Marcos Batista de Souza, justificou que a falta de quórum dos parlamentares que resultou a não realização de três sessões no mês de outubro citada na carta do professor Wanderson Varjão, veiculada nas redes sociais, como um fato isolado. “Ele (o professor), citou a falta de quórum, que de fato em alguns casos ele tem razão, porém generalizou, pois não é frequente a falta de quórum e sim um caso isolado”, escreveu Marcos Batista.

Ele disse também que os que vereadores que ponderam comparecer as sessões, justificaram a ausência e naquelas sessões que não houve quórum, também não havia nenhum projeto de urgência para ser debatido, e sempre que há necessidade para reuniões urgentes, sem onerar a Câmara, os mesmos são convocados e se comparecem todos, colocando-se sempre a disposição.  “E isso para mim, que sou o Presidente me alegra muito. No nosso livro de Pontos que fica nos arquivos desta Casa é prova da assiduidade dos Vereadores. Temos Indicações, Requerimentos, Projetos e leis que são debatidos e aprovados por todos nós vereadores depois de discutidos, sendo ainda que os projetos de maior complexidade têm a orientação dos assessores jurídicos e contábeis desta casa, para sanar quaisquer dúvidas, antes de colocarmos em votação. Temos nesse mandato vereadores com nível superior, formados e todos os nove preocupados com a qualidade de vida melhor para os nossos cidadãos”, explicou o presidente da Câmara.

Sobre o espaço solicitação para utilização da Tribuna Livre, Marcos esclarece que o Regimento Interno da Câmara no artigo 158  diz: “A Tribuna Livre é um espaço reservado nos dias de Sessões Ordinárias, entre o expediente e a Ordem do dia, com duração máxima de 10 minutos, para exposição de assuntos de interesse público” solicitada por Partidos Políticos, Sindicatos, Associações de Moradores, Entidades sociais, estudantis e filantrópicas sem fins lucrativos e Clubes de serviços.

 Da redação

 

comentários Esconder »
Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.
  1. Secretaria de Obras e Urbanismo: 
    Nordestina - 25 de novembro de 2011
    (Continuação). Ocorre que, mesmo tendo apresentado a prestação de contas no prazo, houve atraso na liberação das demais parcelas por parte do concedente para que o município pudesse pagar a primeira medição da obra, Este fato não aconteceu apenas para Nordestina, mas aconteceu também em vários outros municípios conveniados com a Conder.
  2. Secretaria de Obras e Urbanismo: 
    Nordestina - 25 de novembro de 2011
    Todos os convênios relativos a execução de obras no município ainda estão em andamento e com todas as prestações de contas parciais apresentadas no prazo, incluindo a primeira prestação de contas do convênio celebrado entre a Prefeitura e o Governo do Estado, através da Conder para reforma e ampliação das praças Vital Guimarães e da Igreja Matriz na sede.
  3. Marnilde: 
    Nordestina - 23 de novembro de 2011
    O Presidente da Câmara de Vereadores de Nordestina não respondeu a uma indagação da população porque negou a utilização da Tribuna Livre para o professor Wanderson, pois ele mesmo não se encaixando no quadro de quais entidades podem solicitar o uso, deve-se considerar que ele é um cidadão com direito a voz em qualquer sessão da Câmara. Ou V. S. quer dizer que nós cidadãos não temos esse direito?
  4. ADRIEL ANDRADE: 
    NORDESTINENSE COM MUITO ORGULHO - 19 de novembro de 2011
    SINCERAMENTE, TIRO O "CHAPÉU" PARA O COLEGA/PROFESSOR WANDERSON VARJÃO, POIS, ELE CONSEGUE PROVOCAR E INSTIGAR A POPULAÇÃO À PARTICIPAÇÃO DA VIDA PÚBLICA, ISSO É CIDADANIA, DEMOCRACIA E LIBERDADE DE EXPRESSÃO. E O POVO COMEÇA A PARTICIPAR DA VIDA PÚBLICA A PARTIR DO MOMENTO EM QUE DECIDE VOTAR EM UM DETERMINADO CANDIDATO PARA SER SEU LEGÍTIMO REPRESENTANTE. 2012 TÁ CHEGANDO AÍ...
  5. ADRIEL ANDRADE: 
    NORDESTINENSE COM MUITO ORGULHO - 19 de novembro de 2011
    QUERO PROSSEGUIR DIZENDO QUE NÃO SOMENTE O HOSPITAL MERECE ATENÇÃO NAS SESSÕES DA CÂMARA. QUERO CHAMAR A ATENÇÃO SOBRE O CONCURSO PÚBLICO QUE NÃO CONVOCA NINGUÉM PARA O TRABALHO, FALO TAMBÉM DA PRAÇA VITAL GUIMARÃES QUE ENTROU EM REFORMA A MAIS DE UM ANO E ATÉ HOJE NÃO TEM BANCOS PARA O POVO SENTAR. MAS AFINAL DE CONTAS, A PRAÇA É NOSSA?
  6. ADRIEL ANDRADE: 
    NORDESTINENSE COM MUITO ORGULHO. - 19 de novembro de 2011
    Tenho muito respeito pelo colega professor Marcos Batista,somos amigos e entendo sua intenção em suas palavras, mas gostaria de pegar carona nas palavras do nobre amigo Moisés quando cita a situação do Hospital Municipal: Pessoas passando a noite na esperança de adquirir uma ficha na tentativa de agendar um exame clínico.Considero um ato desumano e deveria entrar em discussão na CASA DA CIDADANIA.
  7. MARIA E JOSE: 
    NORDESTINA - 19 de novembro de 2011
    O ANTONIO, A MARIA O JOSE E O MANOEL SE CANDIDATEM E LUTEM PRA TOMAR O LUGAR DELES QUE ESTÃO LÁ, MUITOS SE DOAM EM PROL DO POVO, E EU ACOMPANHO DE PERTO.
  8. Moisés: 
    Nordestina/BA - 19 de novembro de 2011
    Dizer que “não havia nenhum projeto” é simplesmente DESRESPEITAR nosso povo. Por favor, peço desculpas se porventura eu for interpretado como ofensa, pois não é a minha intenção. Att.: Moisés.
  9. Moisés: 
    Nordestina/BA - 19 de novembro de 2011
    Excelentíssimo Marcos, dizer que “também não havia nenhum projeto de urgência para ser debatido”, é dizer que o vereador NADA tem a fazer!? Nossa população é carente e sofre com a seca, sofre com a falta de emprego, sofre em nosso Hospital Municipal no ato de ser atendido (a calamidade é visível: pessoas gestantes dormindo numa fila para pegar uma senha para o outro dia! - só não ver quem não quer
  10. Moisés: 
    Nordestina/BA - 19 de novembro de 2011
    Hoje o Senhor Presidente provavelmente dirá que “naquela época a casa tinha outro Presidente” (uma forma de se explicar). Poderá dizer também que o “Pastor Ruy usou a Tribuna em nome da Igreja” (outra forma de se explicar). A verdade é que existiu certo exagero de nossos representantes políticos. Infelizmente os nossos vereadores rebateram aquela crítica de forma arrogante e ignorante.
  11. Moisés: 
    Nordestina/BA - 19 de novembro de 2011
    Ruy sentiu-se ofendido e solicitou o direito de resposta junto àquela casa, o qual foi deferido pelo Presidente à época (ferindo ou não o Artigo 158 do Regimento Interno da casa ora apresentado). Pois Ruy obteve o direito garantido com o único e exclusivo objetivo de rebater de forma individual as palavras do vereador “Julinho”, assim como o fez. Eu estive presente naquelas sessões.
  12. Moisés: 
    Nordestina/BA - 19 de novembro de 2011
    Excelentíssimo Marcos Batista, Sua intenção em dar uma satisfação à população foi boa, mas contrária a opinião pública, até mesmo aquela que depositou o voto a vossa pessoa. Não recordo datas, mas existiu uma situação parecida lá no passado justamente com o vereador Júlio Cavalcante (Julinho), o qual usou a Tribuna da casa para falar a respeito do Pastor Ruy Guilherme. Ambos se atritaram.
  13. eu, o Antonio a Maria o Jose o Manoel: 
    18 de novembro de 2011
    A TÁ! O REGIMENTO INTERNO DA CAMARA DE VEREADORES DE NORDESTINA É OPOSTO DA CONSTITUIÇÃO QUE DIZ NO ART. 5 QUE É ASSEGURADO O DIREITO DE RESPOSTA PROPOCIONAL AO AGRAVO
  14. natan: 
    nordestina - 18 de novembro de 2011
    valeu irmão, mostrou que conhece o regimento interno e explicou bem o que aconteceu, estamos com você nessa o Senhor é a nossa vitória. E você é um homem de Deus a serviço do povo, portanto faça a diferença.
  15. Nordestinense: 
    Nordestina - 18 de novembro de 2011
    Caro vereador Marcos Batista porque voce nao informa que a casa do povo o povo nao pode bate palmas, vaia ou fazer qualquer gestos a casa é do povo e voce sao votados por nos e nos queremos respeito e por isso nao vamos ver voce so elogiar o Prefeito que nada faz pela população.
veja também Ver todos »
Dão Cordeiro, disse que a desenvolvimento da cidade e a necessidade de colocar uma pessoa que conheça bem o municípi
Segundo o gestor, não é a primeira vez que o vereador tenta desqualificar seus colegas por aprovarem as contas e as matérias do executivo
Segundo Marivaldo, a oposição é minoria, mas a presença da população pelo menos servirá para o povo saber como os vereadores de situação estão votando.