Com salão lotado, a seresta mais conhecida do sertão da Bahia festejou vinte anos.Veja o álbum de fotos

Um fato marcante na festa foi a presença do Grupo Violão de Ouro que participou de todas a festa desde o inicio

Milhares de pessoas participaram na noite de sábado (03) e madrugada de domingo da 20ª edição da seresta do Sagitárius Clube, localizada na Praça Mariana Barbosa, 107, no Bairro São Pedro, na cidade de Santaluz. A festa que é organizada pela família de Tomazia dos Reis, 64 anos, conhecida por “Dona Tomázia” é um devoção matriarca a Santa Luzia, padroeira do município e acontece dentro da trezena em louvor à santa.

A primeira banda a se apresentar foi o grupo Violão de Outro, que completou vinte anos de presença na seresta do Sagitárius. Antes de começar a tocar, o sergipano José Roberto de Souza, conhecido pela voz inconfundível, “Roberto do Violão de Ouro”, falou da alegria de participar do evento, que considerou importante para o grupo, pois foram vinte anos interruptos participando da seresta mais conhecida no interior da Bahia.

Roberto disse ao CN que sempre sonhou em ser músico. Ele lembrou que sempre se destacava entre seus amigos quando o assunto era música então a decisão de seguir a carreira artística.

Ao mudar-se para a cidade de Lagarto, Roberto contou que conheceu Raimundinho, outro apaixonado pela seresta, que convidou para ser vocalista de seu grupo que acabava de ser formado. “Passados alguns meses, Raimundinho decidiu afastá-lo do grupo por razão desconhecida e o destino estava ao meu lado. Os shows foram desaparecendo e o grupo decide me convidar para assumir o trabalho e vi ali a chance de realizar meu sonho e impôs minhas ideias e nascia uma sociedade entre eles, sociedade aceita por Raimundinho que tinha um bar cujo nome era Violão de Ouro que acostumava frequentar e resolvemos colocar o nome do grupo. Assim nasceu o Violão de Ouro”, contou Roberto.

No Sagitárius o vocalista apresentou um repertório conhecido de todos, principalmente da comunidade cigana que ocupou boa parte do espaço da frentre do palco.

O segundo a subir ao palco foi José Maria Teixeira do Nascimento, conhecido no mundo artístico por Zezo, um dos artista que Tomázia sonhava em levar para se apresentar no Sagitários Clube. Ainda no ônibus, Zezo disse ao CN que nunca pensou em ganhar a fama e o sucesso e vive este momento com muita simplicidade. Ele lembrou que começou a cantar, aos 18 anos, gratuitamente em barzinhos e passado algum tempo passou a cobrar R$ 10 ou R$ 20 para cantar a noite inteira.

Atualmente o artista coleciona 26 CDs e 06 DVDs gravados e uma produção fonográfica e videográfica que vem valorizando seus shows. Ele chega a fazer 25 shows mensais e reconhece que nasceu para cantar.

Zezo que traz o islogam de principe dos teclados, fez um show para quem gosta de dançar “coladinho” e sem interrupção.  

O cantor que tradicionalmente se apresnta de roupa clara, recebeu a promotora da festa em seu camarin

Por último, faltavam pouco para 4 horas da manhã, quando o cigano Vanoly subiu ao palco. O cantor demonstrando muita simplicidade recebeu fãs no seu camarim e falou da sua agenda de shows. Conta com orgulho que é motivo de muita satisfação ver de cima do palco seus irmãos ciganos dançado com muita felicidade.

O cantor Vanoly Cigano que tem um repertório que a diferencia das demais bandas que toca a música brega, tudo vira novidade nas mãos dessa turma. Transmite ao público muita energia.

O cantor vem se estabelecendo e conquistando seu espaço por onde quer que passe. Buscando inspiração no cotidiano humano: amores, prazeres, conquistas, decepções, desilusões, encontros e desencontros, o cantor Vanoly Cigano vai contando, ou melhor, dizendo, cantando as histórias e casos que qualquer semelhança é mera coincidência.

Dona Tomásia foi aos camarins – A promotora do evento esteve durante a maior parte da festa atendendo no balcão do bar, mas sempre atenta ao fim do show de Zezo, com quem desejava fazer uma foto ao lado do artista. O principe do teclados convidou Tomásia e o cantor Roberto após o show onde avaliaram a festa.  

Mãe de nove filhos, sendo quatro homens e cinco mulheres, dos quais sete moram em São Paulo, Tomázia assumiu a coordenação do evento e passou durante toda observando todos os serviços, desde a portaria, o bar, camarotes e atenção as artistas, para que tudo ocorresse como planejado. Este ano a praça que foi fechada e foi montada uma estrutura que ofereceu aos participantes mais comodidades. Outra novidade foi o estacionamento na área do campo velho.

Camarotes lotados – Com a mesma disposição das pessoas que lotavam a pista de dança, aquelas que optaram pelos camarotes também se divertiram e aproveitaram o momento para confraternização. Os socialistas democratas Ranufo Gomes, prefeito de Cansanção e Joselito Carneiro de Araújo Júnior, de Santaluz estiveram presentes acompanhados das famílias e nos intervalos das bandas conversam sobre as gestões que estão realizando em seus municípios.

Júnior do Max, como é conhecido o prefeito de Santaluz, disse que esta seresta é uma referência para cidade e destacou a presença de pessoas de dos municípios vizinhos.

O empresário José Hailton Oliveira lembrou que das vinte edições do evento, esteve presente em quase todas e sempre acompanhado dos familiares. Zé Cumprido como é carinhosamente chamado preparou no camarote um buffet onde recepcionou os amigos. Para Marcio Oliveira, a tendência da festa é crescer mais, principalmente pela organização.

Renato da Silva Simões, “Renatinho do Alto”, residente em Queimadas, foi um dos que chegou primeiro e dos últimos a sair. Ele disse que frequenta o evento há cinco anos consecutivo e já estava planejando a presença na edição de 2012. Suplente de vereador pelo município de Queimadas, disse que está firme. “Na eleição passada ‘bateu na trave’ mas com fé em Deus vamos chegar desta vez, sinto a vontade do povo”.

Renatinho demonstrou boa relação com o pessoal de Santaluz e esteve bem a vontade durante a festa.  

O suplente de deputado federal pelo PT Zé Paulo, ficou impressionado com a capacidade de Zezo e colocar o público para cantar, formando um coral desde primeira musica.

No camarote montado do lado oposto estava curtindo a festa ao lado do seu noivo, a pré candidata a prefeita Bárbara, filha do ex-prefeito Maurinho. Questionada sobre o futuro político disse está firme e será candidata. Disse que a agenda de festa para o fim de semana estava lotada. Estava ali numa festa muito tradicional e que não poderia faltar, mas neste domingo estaria promovendo uma festa em Queimadas, para comemorar a passagem do seu aniversário. 

 

Por: Valdemí de Assis / fotos Raimundo Masscarenhas

 

 

comentários Esconder »
Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.
  1. irenildo: 
    VITÓRIA-ES - 8 de dezembro de 2011
    Valeu cumadi tomázia, aki é mais um da turma que viu essa festa nascer e comparecendo sempre q pode E tbm divulgando seu nome por onde passamos como uma referencia de pessosa do bem..... ABRAÇOS E BJS EM TODOS!!!!
  2. jose carlos: 
    araci - 5 de dezembro de 2011
    nunca estive numa festa tao boa como esta muita gente bonita e um repertório diferenciado gostei muito para o ano estarei ai de novo.
veja também Ver todos »
Votado em 253 municípios, Alex recebeu apoio 26 vereadores, três vice-prefeitos e dois prefeitos.
egundo Jorge Martins, as concessões fazem parte de uma área total de 999,08 hectares no município de Santa Luz.
O Estádio é Municipal e as autoridades devem rever essa situação.