conceicao-do-coite

segunda-feira, 06 de fevereiro de 2012 22:01

Aposentado reclama de cobraça abusiva na conta de água

Segundo ele, paga sempre em média R$ 15, este mês de fevereiro veio R$ 110,64 pelo mesmo consumo.

A emabasa pode está cobrando também pelo vento

A indignação do aposentado Olimpio Quintiliano dos Santos, 70 anos, morador da Rua Juviniano Ferreira da Silva em Conceição do Coité, é a mesma de milhares de baianos quando o assunto é relacionado ao valor muito alto na conta de água que nem sempre é usada. Conceição do Coité embora esteja entre as trinta e cinco das quatrocentos e dezessete cidades baianas em desenvolvimento, ainda se destaca pelos reservatórios, não existe nenhuma residência mesmo na sede que não tenha ao menos uma caixa d’água de 2 mil litros. A residencias mais antigas a exemplo da casa do aposentado Olimpio, possuem mesmo é cisternas que variam de 7 até 20 mil litros, que servem para armazenar água da embasa, antes foram construídas para armazenar o liquido precioso da chuva, hoje em dia vem pela tubulação.

Assim é na residência do aposentado, segundo ele tem uma cisterna com capacidade para armazenar 7 mil litros, e mais dois numa caixa do banheiro. Ele conta que mora só ele e a esposa e não consome essa quantidade de água,”sempre que a água chega a gente abre o registro para completar, e há muito tempo venho pagando em media R$ 15 que corresponde o valor da taxa mínima, ou seja 10M³ (dez mil litros).

O aposentado que passou por uma delicada cirurgia recentemente teve que se sentar ao chão para anotar a leitura do hidrômetro

Olimpio procurou a redação do CN para mostrar o valor que veio para ele pagar neste mês de fevereiro correspondente a R$ 110,64.” Eu vou lá na embasa para eles me explicarem como pode, eu pagar R$ 15, usar a mesma quantidade de vários meses e agora chegar pra mais de R$ 100?” Questiona.

Mas este tipo de reclamação é muito frequente e a resposta dos funcionários na recepção é sempre a mesma,”não tem jeito, tem que pagar”.

Os funcionários da estatal pedem também que as pessoas anotem a leitura atual como fez o aposentado com muita dificuldade como pode ser visto na foto, para que seja comparada com a anterior.

O hidrômetro, segundo especialistas mede a partir do vento que passa antes da chegada na agua nas torneiras, talvez tenha sido este o problema de milhares de reclamações, pois se tomar como base o reservatório e se não há desperdício, o problema pode ser mesmo do vento, e se ocorreu isto na conta de Olimpio ele pagou quase quatro vezes mais pelo vento que a quantidade de agua.

E voce sofre com este problema? Comente a materia.

Raimundo Mascarenhas

 



COMENTÁRIOS

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.