fatos-policiais

quarta-feira, 01 de fevereiro de 2012 19:48

Homem acusado de estuprar menina de 7 anos é preso em Caldeirão Grande

O estupro foi confirmado através de um exame médico realizado na menina.

Uma ação conjunta das policias Militar e Civil de Ponto Novo prendeu na tarde desta quarta-feira (1) no município de Caldeirão Grande Lourival do Nascimento, conhecido por “Galego”, 42 anos,  natural de São Paulo, que  violentou sexualmente uma criança de apenas 7 anos no município de Ponto Novo.

Os agentes da Polícia Civil e Militar efetuaram a prisão com base em um mandado de prisão preventiva expedido pelo Juiz da Vara Criminal da Comarca de Saúde, Leonardo Bruno Rodrigues do Carmo a pedido do delegado Bel. Edízio Alves Santana que ouviu a vítima e o acusado nea segunda-feira,30/01 em Senhor do Bonfim.

O estupro foi confirmado através de um exame médico realizado na menina. O estuprador está preso na Delegacia de Ponto Novo à disposição da justiça. Lourival pode pegar até 15 anos de prisão.

ENTENDA O CASO:

O Conselho Tutelar de Ponto Novo recebeu na manhã de segunda-feira (30) uma denúncia que no Hospital Nossa Senhora de Fátima havia uma criança internada com suspeita de abuso sexual. Os Conselheiros, de imediato, acionaram o Policial Civil Brito e, juntos, se deslocaram até Unidade Hospitalar onde identificaram a criança internada. Enquanto os Conselheiros e o Agente Civil conversavam com a direção do Hospital sob o caso, a Polícia Militar acompanhada da mãe da menina realizava diligências em busca do acusado que, segundo informações, ainda esteve no hospital visitando a criança.

Segundo informações, a criança estava internada desde sexta (27), porém, somente segunda-feira (30), após o médico plantonista e um enfermeiro suspeitarem, a criança relatou o que tinha acontecido para mãe e um enfermeiro. A criança apresentava dificuldade para andar e apresentava dores nas partes íntimas.

No início da tarde da segunda-feira, o acusado, a vítima e a mãe, foram levados para cidade de Senhor do Bonfim onde foram ouvidos pelo delegado substituto, sendo que o acusado foi liberado uma vez que não foi pego em flagrante delito, porque o fato ocorreu há aproximadamente 5  dias.
 

Escrito por: Marcos Cleyton



COMENTÁRIOS

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.