Tribunal de Justiça da Bahia julga ilegal a greve dos professores estaduais

A liminar determina que cesse as atividades grevistas pela APLB

O Juiz da 5ª Vara da Fazenda Pública de Salvador, Ricardo D´Ávila concedeu nesta sexta-feira (13/4), a liminar pleiteada pelo Governo do Estado da Bahia, através da Procuradoria Geral do Estado, para efeito de declarar a ilegalidade da greve na rede pública de ensino do Estado da Bahia, evitando danos que a mesma acarreta ao serviço público e à coletividade. A liminar determina que cesse as atividades grevistas pela APLB, que decidiu pelo movimento paredista, promovendo o pronto retorno dos professores e dos demais servidores da área de educação pública do Estado da Bahia às suas atividades normais, sob pena de multa diária no valor de R$ 50.000,00 (cinquenta mil reais), até o efetivo cumprimento da decisão.

Segundo o procurador do Estado Caio Druso responsável pela defesa, não houve por parte da APLB qualquer comunicação prévia e nenhuma cautela para com os interesses das milhares de crianças que, em período escolar, tiveram usurpado  o seu direito à educação.  O procurador informou ainda que mais de 2 milhões de estudantes da rede estadual encontravam-se em prejuízo com comprometimento do ano letivo.

Caio Druso afirmou  também que o Estado da Bahia vem cumprindo o último termo de acordo celebrado com o sindicato réu, com os acréscimos salariais ali estabelecidos para o ensino fundamental e médio.

comentários Esconder »
Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.
  1. Valentense: 
    valente-ba - 15 de abril de 2012
    eu concordo com a Ana Carneiro, a justiça ficou 6 meses em greve, e não foi considerado inconstitucional, agora virou moda, toda greve é inconstitucional, acorda Brasil, estamos vivendo uma ditadura disfarçada, olha só, o governo q tanto fez greve, hj nao aceita discutir com grevista, vamos parar com esta demagogia né... oww Wagner, qremos só o nosso direito, o piso nacional 23% e vc so deu 6%.
  2. Rogério Silva: 
    Feira de Santana - 15 de abril de 2012
    Nunca imaginei que Wagner fosse um autêntico ditador. Inflizmente, estamos vivendo um retrocesso histórico identico ao carlismo.
  3. Ana Carneiro: 
    Feira de Sanatana - 15 de abril de 2012
    Engraçado que toda greve para a justiça é ilegal, só não é a greve da PRÓPRIA JUSTIÇA, mais engraçado ainda é que só a "JUSTIÇA" consegue o que quer, a prova é a URV. Realmente o nosso país é muito "JUSTO" e nós não percebemos isso!KKK! Professores a greve pode ser ilegal para a nossa "JUSTA JUSTIÇA" mas é realmente JUSTA.
  4. ponto no i: 
    Queimadas - 14 de abril de 2012
    O CARIOCA wagner, trata os baianos como eles bem merece, primeiro foi chicotada na polícia militar e agora nos professores, e tome-lhe milhões em propaganda. depois, é só providenciar uns bolsa família, que todo mundo vota neles de novo inclusive eu, que não me orgulho de ser baiano nem brasileiro.
veja também Ver todos »
a vítima caminhava ao lado da rodovia, após deixar o veículo em que estava, quando foi atropelada pelo caminhão.
Uma grande movimento de viaturas de várias cidades estão em diligência na tentativa de capturar os marginais.
Luciano foi autuado por receptação qualificada, já que o Honda Civic recuperado estava com a placa trocada.