Bahia terá novos cursos de medicina autorizados pelo MEC

Santo Antonio de Jesus, Barreiras, Itabuna, e Paulo Afonso terão esse importante curso

O Ministério da Educação autorizou nesta terça-feira (05) a expansão da oferta do ensino de medicina em todas as regiões do Brasil. Segundo o senador Walter Pinheiro (PT-BA), a Bahia será contemplada com novos cursos nos municípios de Santo Antônio de Jesus (Universidade Federal do Recôncavo da Bahia), Barreiras (Universidade Federal do Oeste da Bahia), Itabuna (Universidade Federal do Sul da Bahia) e Paulo Afonso (Universidade Federal do Vale do São Francisco). “Serão ofertadas 260 novas vagas em instituições públicas e federais na Bahia, contemplando assim diversas regiões do Estado”, destacou Pinheiro.

Em março deste ano, os senadores Pinheiro e Lídice da Mata (PSB-BA) estiveram reunidos com o ministro da Educação, Aloísio Mercadante, na oportunidade em que solicitaram a ampliação dos cursos de medicina na Bahia. “Nosso estado vem formando poucos profissionais de medicina, por conta da limitação de cursos já existentes,  e carece da oferta de cursos no interior, para uma distribuição mais razoável dos profissionais da área médica em todo o estado. Tivemos cinco novos grandes hospitais inaugurados desde o início da gestão do governador Jaques Wagner, e precisávamos ampliar a formação de quadros médicos”, destacou Pinheiro.

Em todo o Brasil, as universidades públicas federais e instituições particulares de educação superior vão oferecer mais 2.415 vagas. Até o final de 2013 todas as vagas já devem estar implantadas. De acordo com informações do MEC, a abertura de novas vagas seguiu critérios específicos, como a disponibilidade de uma rede hospitalar que possa acompanhar a formação do médico, além do chamado índice de leitos do Sistema Único de Saúde (SUS), que deve ser de cinco para cada profissional em formação.

Para apoiar a expansão das vagas serão contratados 1.618 professores e 868 técnicos administrativos. Com 1,8 médicos para cada mil habitantes, o Brasil tem, proporcionalmente, pequeno número de profissionais nessa área, quando comparado a outros países da América Latina. A média de vizinhos como Argentina e Uruguai chega a 3,1 e a 3,7 médicos por mil habitantes, respectivamente.

Assessoria de Comunicação do Senador Walter Pinheiro (PT-BA) – Gabriel Carvalho e Borega Melo

Foto: Liderança do PT no Senado

comentários Esconder »
Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.
veja também Ver todos »
O prazo de validade do concurso é de seis meses, contado a partir da publicação da sua homologação no Diário Oficial da União, podendo ser prorrogado por igual período, a critério da UFSB.
Durante o debate foram apresentados os encaminhamentos e ações da campanha, que envolve a população de 74 municípios dos territórios Semiárido Nordeste II, Sisal, Litoral Norte/Agreste de Alagoinhas e Bacia do Jacuípe.
Haverá paralisação um dia por semana no mês de maio e caso não chegue a um acordo a categoria poderá entrar em greve.