conceicao-do-coite

terça-feira, 14 de agosto de 2012 02:23

Comerciante é espancado e morre no Hospital Regional de Coité

A polícia não descarta que o crime tenha ocorrido por motivo passional.

Um crime cercado de mistério ocorreu na noite de segunda-feira, 13, em Conceição do Coité, que teve como vítima o comerciante de veículos usados Lourival Pereira de Paula Filho, 51 anos, conhecido por “Val” ou “Seu Boneco” natural de Salvador, mas já convivia em Conceição do Coité há mais de cinco anos e tinha segundo os colegas, bom relacionamento na cidade.

Val deu entrada na emergência do Hospital Regional ás 19h05 inconsciente com fortes hematomas em várias partes do corpo, foi reanimado pela equipe médica de plantão, reagiu a ponto de sentar na maca, mas não sabia dizer o que havia acontecido. Mas uma possível hemorragia interna segundo informações dos profissionais de saúde e que só depois da necropsia para confirmar, provocou a morte do comerciante, fato ocorrido ás 21h30.

A polícia civil de Conceição do Coité logo que tomou conhecimento do crime conduziu a Delegacia para prestar depoimento à professora Márcia Leite, ela quem prestou os primeiros socorros e conduziu a vítima ao hospital.   Após depor na polícia, Márcia disse ao CN que teve um relacionamento com Val (f0to)depois que ficou viúva e após o termino do romance continuou uma parceria comercial com o mesmo.

“Por volta das 17h eu recebi uma ligação dele pedindo para eu ir ao seu encontro no Alto São João ( saída para Retirolândia)  quando ele me ligou eu estava saindo da escola Agrícola onde ensino, havia deixado  o meu veículo próximo a CDL, saltei do carro mantido pela prefeitura e fui a pé ao seu encontro e quando cheguei  ao local combinado encontrei ele caído próximo ao carro em frente a uma churrascaria e ninguém me ajudou a prestar o socorro.

A polícia civil antes de liberar a professora pediu que ela acompanhasse os agentes até o local exato, pois há varias versões de onde a vítima foi espancada, um delas, teria sido em um motel onde estariam juntos até o surgimento do agressor. Márcia está intimada para retornar as 09h de hoje, 14, a delegacia para que seja dada a sequência do caso e outras pessoas deverão ser ouvidas, inclusive o atual companheiro de Márcia.

Um amigo da vítima que pediu para não ser identificado disse que Márcia ligou para ele assim que chegou ao hospital pedindo que ele fosse até lá, pois Val estaria passado mal, “mas não me contou o que ele sentia, imaginei, será que é infarto? Mas o estranho era o gemido que eu ouvia, até que entrei na sala e vi todo machucado e perguntava as coisas a ele e não respondia nada, foi quando perguntei se foi uma só pessoa que lhe bateu, ele disse que sim”, confirmou o amigo.  

Atual companheiro da professora é tido como principal suspeito – Embora Márcia não tenha revelado a participação no crime do seu atual companheiro conhecido por Gil, faixa preta no karatê, a polícia já aponta como suspeito até por não ser encontrado após a morte de Lourival. O investigador conhecido Rubão tentou o contato, mas não conseguiu, tendo ido inclusive à residência onde mora, na casa de familiares  e no seu ponto comercial, já que tem oficina de chaparia e pintura. O agente tentou manter contato também por telefone, mas não obteve êxito. Márcia informou também que seu atual companheiro não sabe que ela teve um relacionamento com Val.

O corpo foi encaminhado para o Departamento de Polícia Técnica -DPT de Feira de Santana para necropsia e de lá deverá ser transladado para Salvador onde vive seus familiares.

Val além de vender e comprar carros usados, abriu a cerca de 60 dias um ponto de distribuição de água mineral ao lado da secretária de saúde.

Por: Raimundo Mascarenhas



COMENTÁRIOS

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.