politica

quinta-feira, 30 de agosto de 2012 22:27

Para manter palavra vereador perde a oportunidade de fazer irmão prefeito de Valente

No fim da reportagem ha uma enquete sobre o assunto. Vote

O vereador Rege Mota (PRB) do município de Valente deve está vivendo um verdadeiro “inferno astral” em sua cabeça depois da eleição indireta para prefeito  na câmara municipal de Valente  na manha desta quinta-feira, 30. Três chapas concorreram, uma delas estava seu irmão Marivaldo Mota Barreto (PSDB) indicado pelo que se comenta na cidade, pelo grupo contrário a Rege, aliás o vereador foi eleito pela coligação que elegeu Ubaldino Amaral e até pouco tempo fazia parte da base governista, neste ano  se desentendeu com a base governista  e migrou para a base de oposição.

Segundo Rege Mota, o vereador Agnaldo há quase um ano lhe fez uma proposta a qual, se ele fosse para a base de Ismael, abriria mão de sua candidatura e lhe apoiaria, o tempo passou até que chegou o dia do rompimento com Ubaldino. “Agnaldo disse e vai cumprir sua palavra, não registrou  candidatura e logo iniciou a campanha para minha reeleição, com um detalhe, no tempo ninguém sabia que iria acontecer isso em Valente” disse Rege ao CN.

Marivaldo com o voto de Rege tomaria posse no próximo sábado,1º.

Questionado sobre a participação de seu irmão na disputa, Rege disse que lamentou que as pessoas criassem  um problema desse para prejudicar o laço afetivo que envolve todos da família. Garantiu que tem muita amizade com seu irmão Marivaldo, sempre se deram bem em casa e de um momento para o outro surge o nome dele como candidato a prefeito.

“Fiquei surpreso quando soube que Nego (Marivaldo)  era candidato. Assim que soube liguei para ele e disse que era um golpe político (Jogo político). Na sessão seguinte disse  que não votaria no meu irmão porque assumir um compromisso com Agnaldo. Nunca, em 52 anos de idade, neguei um compromisso firmado  e também por entender  que meu irmão estava sendo usado.Ubaldino nunca lembrou de mim como o quinto voto do grupo, porquê iria lembrar do meu irmão que nem milita na política?  Isso não passou de uma jogada suja”, afirmou Mota.

Quando o presidente da Câmara passou o resultado que o prefeito eleito foi Agnaldo por 5 votos contra 4,Marivaldo com um olhar de descontentamento direcionou  para Rege e com ar de decepção por não receber o voto do irmão deixou a Câmara muito rapidamente. Depois em contato com o CN   disse  que estava aborrecido pela forma que perdeu a oportunidade de ser prefeito de Valente, mas antes de entrar no mérito de não ter recebido o voto do irmão, disse que deveria nenhum candidato  ter direito a voto, no caso Agnaldo, pois os demais (ele e Aste)  já saíram na desvantagem, depois veio a situação de a oposição ter maioria.

Na saída, a frustração de Marivaldo ao cumprimentar Rege.

Questionado pelo CN sobre seu comportamento diante do irmão daqui para frente ele disse que Rege nunca vai deixar de ser seu irmão, não escondeu a frustração em não receber o voto, disse que vai abraçar a campanha de Zenobio e Marcos Adriano, pois segundo ele, tem o apoio de Ubaldino que foi o melhor prefeito de Valente. Quando questionado se vota em Rege para vereador ele se mostrou indeciso e disse que vai pensar, “o momento ainda é de tensão, não sei como será meu voto, talvez eu vote” disse.

A oportunidade de se tornar prefeito de um município com apenas os votos dos vereadores, no caso de Valente apenas 9 votos seria um sonho para qualquer político.

 

Sorry, there are no polls available at the moment.



COMENTÁRIOS

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.