eleicoes-2012

quinta-feira, 02 de agosto de 2012 12:46

Presidente da Câmara vai ao Fórum receber notificação para assumir Prefeitura de Valente

O edil desmente que tenha se escondido do oficial de Justiça conforme materia publicada aqui no CN, reproduzida de um blog local

O Vereador Lucivaldo Araújo, Vado do Hospital, atual Presidente da Câmara de Vereadores do município de Valente, interior da Bahia, esteve na manhã desta quinta-feira(02) no Fórum Dr. Arthur de Azevedo Machado, para receber o expediente nº 46.988/2012 referente à cassação dos mandatos de Prefeito e vice-Prefeito do município.

A notificação emitida pelo Juizo Eleitoral da 120ª Zona, que atende à decisão proferida pelo Tribunal Regional Eleitoral – TRE através do acórdão nº 1.120/2012, requer o cumprimento da decisão e determina a realização de eleições indiretas para eleger novos gestores.

Segundo o site sisalnews, Vado foi procurado no final da tarde de quarta-feira, 1º de agosto, para receber a notificação e não foi encontrado por estar viajando à serviço da saúde de Valente. A Oficial de Justiça esteve na Câmara, no momento da sessão ordinária, para localizar o vereador. Segundo Lucivaldo – que exerce a função de auxiliar de enfermagem no hospital municipal – a sua ausência na sessão ocorreu pelo atraso no atendimento do paciente que o mesmo acompanhava, no Hospital Público em Feira de Santana.

A ausência do Presidente no município causou um grande alvoroço promovido por simpatizantes e vereadores da oposição que comemoram a decisão contra o Prefeito eleito e lutam pela realização da eleição indireta que será supostamente realizada na véspera das eleições municipais.

Veículos de informações noticiaram, ainda na noite do dia 1º, que o vereador teria viajado para não ser notificado seguindo instruções de advogados, e assim protelar a decisão para garantir mais tempo a Ubaldino, que busca uma liminar no TSE para voltar ao cargo.

Para o notificado, a ação da oposição é desequilibrada e buscam de todas as formas tomar o poder do município, o que não conseguiram legalmente através dos votos da população. “Eles estão tentando de todas as formas governar o município mesmo contra a vontade do povo. Estão perseguindo e obrigando as pessoas a serem submissas às vontades deles, foi o que fizeram comigo, como não quis ceder às ambições deles me privaram de ser candidato à reeleição. Agora fazem todo esse movimento contra o Prefeito Ubaldino e só porque eu não estava na cidade na tarde de ontem para receber a notificação criaram todo esse cenário. Eu sou homem e cumpro minhas responsabilidades, ontem estava trabalhando e hoje fui prontamente e por vontade espontânea buscar a notificação no fórum.” Falou Lucivaldo que teve sua candidatura impedida pela coligação que obteve, silenciosamente, os direitos do seu partido.

O Presidente do Legislativo tem 48 horas para realizar a sessão de posse e assumir a prefeitura. Ele se queixa muito da perseguição que ele e o grupo ao qual pertence vem sofrendo e expõe sua fé na justiça de Deus, aguardando assim o resultado final de tudo o que esta acontecendo.

Fonte: Redação SisalNews.



COMENTÁRIOS

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.