conceicao-do-coite

quinta-feira, 08 de novembro de 2012 15:53

Cartório Eleitoral de Coité divulga lista de candidatos que deixaram de prestar contas de campanha das eleições

Abaixo a relação dos Comitês Financeiros e Partidos que também não prestaram contas

O Cartório Eleitoral de Conceição do Coité torna pública a relação dos candidatos concorrentes nas Eleições 2012 que não prestaram contas de Campanha à Justiça Eleitoral.

Veja a relação

Adriano Oliveira Silva

Ana Paula Cardoso

Antônio Gildo Silva Carneiro

Aureo Oliveira Carneiro

Clício Oliveira dos Santos

Clodoaldo Santos da Silva

Crispiniana Pereira de Oliveira

Dinalva Ferreira Costa dos Santos

Edileuza Maria dos Santos

Ednilza Oliveira de Jesus

Elzio Santos Brasil

Elizabete Santos Batista

Joaby Prates da Costa

Joelma Silva Santos Brandão

José Alves da Silva

José Bispo dos Santos

Leryanne Lima Oliveira

Lindemberg Souza dos Santos

Maurício Mendes de Almeida

Railda Ferreira dos Reis

Raimundo José de Oliveira

Ramires Mota Dias

Rutinaldo Lobo Pereira

Simone Ferreira de Oliveira

Taila Sabrina Cardoso Mendes

Tércio Luiz Oliveira Brito

Valdeci de Oliveira Ferreira

Valdeci dos Reis Silva

Abaixo, segue a relação dos Comitês Financeiros e Partidos que não prestaram contas:

Partido da Social Democracia Brasileira – PSDB

 Partido Social Democrático – PSD

 Partido Democrático Trabalhista – PDT

 Partido da Social Democracia Brasileiro – PSDB

 Partido Democrático – DEM

 Partido Social Cristão – PSC

Prazo para prestação de contas de campanha.

As prestações de contas de campanha dos comitês financeiros e dos candidatos devem ser apresentadas pelos comitês financeiros ou pelos próprios candidatos, conforme o caso, até o trigésimo dia posterior à eleição.

Havendo segundo turno, os candidatos e comitês financeiros envolvidos no segundo turno prestarão contas até o trigésimo dia posterior ao segundo turno.

Ainda durante a campanha, existe a prestação de contas parcial, que deve ser feita pela internet, nos dias 6 de agosto e 6 de setembro do ano da eleição.

Na prestação de contas parcial o candidato e o partido político devem publicar relatório discriminado dos recursos recebidos (em dinheiro ou estimáveis em dinheiro), bem como dos gastos realizados.

Nesse relatório não há necessidade de indicar os nomes dos doadores e os respectivos valores doados. Essas informações são obrigatórias apenas na prestação de contas final.

 Candidato que não apresenta contas à Justiça Eleitoral.

 Se eleito, o candidato que não prestar contas de campanha não pode ser diplomado enquanto perdurar a omissão.

Independentemente de ser eleito, o candidato que não prestar contas à Justiça Eleitoral perde a quitação eleitoral, e, enquanto perdurar a omissão, fica impedido de realizar qualquer ato para o qual seja exigida a quitação eleitoral: alterações no cadastro de eleitores (transferência de domicílio, alteração de dados pessoais), registrar-se como candidato etc.

Da redação CN * com informações Adriana Lima Velame Branco – Chefe de Cartório



COMENTÁRIOS

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.