bahia

segunda-feira, 19 de novembro de 2012 12:55

Terceirizados da Coelba entram em greve por tempo indeterminado

Com a greve, serviços de emergência como ligações e religações, cortes e leituras de consumo deixam de ser realizadas em todo o estado e bairros de Salvador.

Os trabalhadores das empresas terceirizadas da Coelba pararam as atividades na manhã desta segunda-feira (19). A greve foi anunciada após três meses de negociação entre o Sindicato dos Trabalhadores na Indústria da Construção (Sintracom-BA) e os patrões para um reajuste salarial.

A reivindicação dos trabalhadores é que aconteça um reajuste de 11%, enquanto a proposta oferecida inicialmente pelos patrões foi de apenas 1% e até agora, o máximo oferecido foi de 4%. De acordo com o sindicato, cerca de 15 mil trabalhadores, sendo sete mil em Salvador, das empresas Morel, JF Steel, SMA e Eletec estão parados até a apresentação de uma nova proposta.

Com a greve, serviços de emergência como ligações e religações, cortes e leituras de consumo deixam de ser realizadas em todo o estado e bairros de Salvador. Os trabalhadores estão concentrados na porta da Coelba em Campinas de Pirajá em busca de uma posição da empresa.

Fonte: Correio



COMENTÁRIOS

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.