valente

quarta-feira, 07 de novembro de 2012 18:34

Começam preparativos para reforma do Hospital Municipal

Hoje, o Hospital faz apenas atendimento ambulatorial, curativos e internações de pequena complexidade

Os prefeitos petistas de Valente, Agnaldo Oliveira (atual) e Ismael Ferreira (eleito) fecharam acordo para reforma e ampliação do Hospital Municipal José Mota Araújo, em audiência pública com o secretário de Saúde do Estado, Jorge Solla, na última terça 06,no Centro Administrativo da Bahia – CAB, em Salvador.
 
Hoje, o Hospital faz apenas atendimento ambulatorial, curativos e internações de pequena complexidade. A reforma será para que o hospital possa atender paciente com maior complexidade, pequenas cirurgias, ampliação do ambulatório, sede da secretaria de saúde e poder realizar partos, que é uma antiga reivindicação da população valentense. Outras demandas ainda estão em estudo.
 
O valor da obra ainda está sendo calculado porque vai depender do tipo de atendimento que o hospital terá condições técnicas e financeiras para realizar. Mas a planta da reforma e amplicação está sendo analisada tecnicamente por uma equipe do governo estadual (a Fundação Estatal Saúde da Família) e com a participação do engenheiro da prefeitura de Valente Roberto Habbib (Betinho). Já ficou definido que o governo virá fazer uma visita in loco no
hospital dia 23/nov. No mesmo dia, uma reunião entre a Fundação Estatal da Família, a Secretária Josenilda Gordiano, o engenheiro Roberto habbib, o prefeito Agnaldo, Ismael Ferreira e o médico Gelson Carneiro. O objetivo do encontro será o fechamento da planta, ou mesmo a mudança total, e levantamento de estimativas de valores da obra.
 
“A Saúde de Valente foi sucateada durante muito tempo, ao longo da gestão anterior que não se preocupou em olhar para a população mais carente. O que o governo de Agnaldo começa a fazer é colocar a saúde pública numa agenda séria de compromissos com a melhoria. E eu vou continuar isso no meu governo”, avalia o prefeito do PT eleito em outubro, Ismael Ferreira, que toma posse dia primeiro de janeiro.
 
Mudança no atendimento ambulatórial
 
“Em quanto aguardamos a reforma, vamos mudar o atendimento ambulatorial para o antigo Posto de Saúde para melhorar e dar mais agilidade ao atendimento. O hospital ficará para urgência e emergência, além das internações”, afirma o prefeito Agnaldo. A secretária de Saúde, Josenilda Gordiano, informa que a partir de segunda-feira (12) os atendimentos ambulatóriais já estarão no novo local.
 
Mais mudanças em andamento
 
A outra novidade aguardada pela população valentense é que o hospital passará a receber maior volume de recursos dos SUS. “Queremos que o hospital fique com 50% das verbas e os outros 50% sejam divididos entre as clinicas de Gelson (Climev) e de Luiz (Clisf)”, afirma o prefeito. Parece óbvio, mas nem sempre foi assim. A Clisf sempre ficou com maior parte dos recursos e a outra pequena fatia ficava divida entre Hospital e Climev.
 
Quem comemora essa atitude é o médico proprietário da Climev, Gelson Carneiro da Cunha. Ele foi uma das pessoas que lutou para que o Hospital ficasse com a maior parte dos recursos, apesar de ser dono de uma clínica.
 
Ainda na audiência com o Secretário Jorge Solla, foi aprovado mais ações para Valente: realização do Multirão para tratamento de Cataratas, já definido para os primeiros meses de 2013. E mais… Implantação do projeto Saúde na Escola, aquisição de mais duas ambulância, implantação do projeto Academia da Saúde, , além de transformar o Posto de Saúde do bairro das Casas Populares em Unidade de Saúde da Família (PSF). O posto vai passar por visitas técnicas, estudos será cadastrado no Ministério da Saúde.
 
A secretária Saúde, Josenilda Gordiano, afirma que todas essas ações começam a fase de implantação ainda no governo de Agnaldo, que é um governo de transição.

ASCOM PMV



COMENTÁRIOS

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.