bahia

domingo, 06 de janeiro de 2013 19:11

Após protesto, show da banda New Hit é cancelado em Alagoas

A banda estava escalada para tocar nos blocos Bizzú e Com Você, mas depois do protesto foi retirada da programação.

A escalação da banda New Hit para se apresentar em dois blocos durante o Carnaval de Delmiro Gouveia, em Alagoas, provocou polêmica na cidade e gerou um protesto de moradores e do movimento “Sertão Feminista”, que divulgou um manifesto pela internet.

Nove integrantes do grupo de pagode são acusados de estuprar duas adolescentes depois de um show em Ruy Barbosa, no interior baiano.

 A banda estava escalada para tocar nos blocos Bizzú e Com Você, mas depois do protesto foi retirada da programação.  Em nota, a produção do bloco Bizzú diz que rescindiu contrato com a banda “por conta de protestos dos delmirenses e de todo o Brasil sobre o acontecido”. Uma nova atração será escolhida para substituir a banda em votação aberta ao público pela internet.

 Já o Bloco Com Você divulgou nota também informando que a banda não tocará mais em sua programação. “A Banda New Hit não fará mais parte do Bloco Com Você em respeito aos nossos foliões. Será substituída pela banda É Xeke”, diz o texto.

 O Carnaval da cidade acontece entre de 9 e 12 de fevereiro. O manifesto divulgado dizia que a ida da New Hit era um fato que “ameaça o brilho dessa festa tão tradicional da região”.

 “Produtores, patrocinadores e o próprio folião que patrocinam os shows dessa banda demonstram irresponsabilidade social, caso saibam que esse grupo está sendo acusado de estupro e mesmo assim decidem por contratá-lo, patrociná-lo e pagar para ver os seus shows. Saibam que também estão patrocinando a “Cultura do Estupro”, diz o texto, que apela à sociedade para não apoiar a presença da banda na festa.

 Julgamento

O julgamento dos integrantes da banda New Hit, acusados de estuprar duas adolescentes, já tem data definida. Segundo informações do advogado Cléber Andrade, que defende sete dos indiciados, as datas 18, 19 e 20 de fevereiro foram escolhidas e já estão disponibilizadas no sistema do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA).

 Os nove integrantes da banda e o soldado da PM foram denunciados pelo Ministério Público por estupro qualificado com características de crime hediondo. Para a promotora de Ruy Barbosa, Marisa Jansen, as jovens foram sexualmente abusadas repetidas vezes e com extrema violência.

De acordo o Ministério Público, as adolescentes foram abusadas dentro de um ônibus estacionado na Praça Santa Tereza, no centro de Ruy Barbosa, com uso de “extrema violência” e “em alternância”. Os acusados foram presos em flagrante na mesma madrugada.

As duas adolescentes viajaram de Itaberaba para Ruy Barbosa para participar de uma micareta e no final do show da New Hit foram até a banda pedir autógrafos e tirar fotos.  Nesse momento, um dos músicos sugeriu que elas fossem até o ônibus, onde os abusos aconteceram.

 Além do estupro, o MP diz que as jovens sofreram agressões físicas e foram xingadas. O laudo comprovou que uma das vítimas era virgem. 

Fonte: correio24horas.ocm.br



COMENTÁRIOS

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.