conceicao-do-coite

sábado, 26 de janeiro de 2013 19:53

Técnicos do INEMA e CEPED visitam Açude de Itaurandi e realizam vários testes das condições da água

Testes instantâneos apresentaram núrmeros assustadores.

mortandade de peixes em coité.2

A mortandade de mais de 10 toneladas de peixes das espécies Tilápia, “João de Ar” e Traíra ocorrida entre quinta e sexta-feira, 24 e 25/01, ganhou grande repercussão, pois tudo aconteceu depois da forte chuva que ocorreu domingo passado, (20) e que segundo a engenheira ambiental Juliana Boaventura, ela que coordena a Vigilância Sanitária do Município, toda água da chuva levou lixos orgânicos que se juntaram a dejetos do esgotamento sanitário que não tem tratamento e foram lançados no açude que já possui um grande nível de contaminação e consequentemente reduziu a  0,0 mg/l oxigenação da água e com essa taxa nenhum aquático sobrevive.

Alex e Juliana observam com espanto o grau de poluição da água

Alex e Juliana observam com espanto o grau de poluição da água, apresentada  por Antônio Carlos

Na manhã deste sábado, 26, enquanto mais de 20 homens trabalhavam removendo peixes mortos, a engenheira ambiental Juliana Boaventura, o vice-prefeito Alex Lopes, que também é secretário de Saúde, acompanharam os técnicos do INEMA (Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos) e CEPED ( Centro de Pesquisas e Desenvolvimento) que presta serviço ao primeiro órgão, a pedido oficial da Prefeitura Municipal de Conceição do Coité junto à comunidade, veio coletar amostras da água do Açude Itaurandi para realizar análises físicas, químicas e biológicas, cujas grandezas (valores) permitirão conhecer o seu grau de poluição (os resultados dessas análises sairão em um prazo de 15 a 20 dias).

mortandade de peixes em coité

Da esquerda para a direita: Antônio Carlos, Alex Lopes, Luciano Meneses e Washington Pereira

Para Antônio Carlos Gonçalves técnico de qualidade e monitoramento de águas está praticamente certo o motivo da mortandade de peixes e que nunca viu tanta morte em açude no nível do de Coité. Fizeram parte da equipe de trabalho ainda Luciano Meneses, químico da CEPED e Anderson Carneiro especialista em Recursos Hídricos.

mortandade de peixes em coité.foto-raimundo mascarenhas.3Mas os resultados de testes que tiveram resultados instantâneos deixaram todos preocupados, pois, segundo o biólogo da CIPE Flor da Caatinga Divanildo Almeida Barros, depois de ver o resultado de 0 (zero) de oxigênio da água chamou a atenção de todos, pois segundo ele o oxigênio no ar também está comprometido naquela área e pode prejudicar seriamente as 72 famílias quem residem as margens do açude. Em outro teste mostrou uma temperatura da água na marca dos 34 graus, quando o tolerável é de no máximo 26. O PH também está elevado apresentou 8 PH, quando segundo o biólogo é tolerável de 6 a 7.

Washington Pereira técnico ambiental do CEPED fez um minucioso trabalho de coleta, retirando amostras de três pontos diferentes do açude, cujos resultados iniciais se divergem, por isso a necessidade de aguardar o resultado laboratorial para se ter um resultado preciso.

mortandade de peixes em coité.3Para Juliana Boaventura é importante conhecer os esgotos sanitários, tanto no que diz respeito à sua composição quantitativa quanto qualitativa. “É muito grande o número de substâncias que compõe os esgotos sanitários e contêm inúmeros organismos vivos, tais como bactérias, vírus, vermes, protozoários que, em sua maioria, são liberados junto com os dejetos humanos. A disposição adequada dos esgotos é essencial para a proteção da saúde pública, epidemias de febre tifoide, cólera, disenterias, hepatite infecciosa, e inúmeros casos de verminoses podem ser transmitidos pela disposição inadequada de esgotos sanitários, além dos sérios danos socioambientais”,explicou a ambientalista. 

Manilhas por onde passa grande parte do esgoto sem tratamento

Manilhas por onde passa grande parte do esgoto sem tratamento

 Ainda segundo Boaventura, a qualidade dessa água poderá retornar às condições normais, caso haja o tratamento dos esgotos, ou seja, a construção de um ETE (Estação de Tratamento de Esgoto), que tem por objetivo, diminuir a carga poluidora dos esgotos sanitários antes do seu lançamento em um corpo receptor. Ou até mesmo a prática de outro tratamento mais viável como as Lagoas de Estabilização, pois o Município de Conceição de Coité tem área e o clima favorável.

No inicio da tarde o prefeito Assis e o secretario de Agricultura e Meio Ambiente Urbano Carvalho estiveram acompanhando as últimas caçambas de restos mortais de peixes para serem levados ao aterro sanitário e na oportunidade concederam entrevista a equipe da TV Subaé afiliada a Rede Bahia e Globo.

mortandade de peixes em coité.AssisAssis disse que o município começou a buscar meios de ajudar a comunidade, pois vive basicamente da cultura de hortaliças e diante dessa situação que veio a agravar com o aumento da poluição irá criar medidas para atender os moradores, até que encontre uma solução junto aos governos federal e estadual.     

No primeiro contato do secretário de Comunicação e Relações Institucionais Valdemí de Assis, após participar de uma reunião na comunidade na noite de quinta-feira (23) e por determinação do prefeito Francisco de Assis (PT), que pediu urgência na solução do problema, esteve reunido com Lúcia de Fátima Carvalho Gonçalves, diretora de fiscalização e monitoramento do Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema), autarquia da Secretaria do Meio Ambiente (Sema), é o órgão executor da Política Ambiental do Estado da Bahia, para buscar providências propõe integração e fortalecimento das políticas ambientais e de recursos hídricos, principalmente para que sejam levantados os motivos das mortes dos peixes e a situação da água.

valdemi de assis -O secretário de Relações Institucionais, Valdemi de Assis, disse ao CN, que esteve também com o coordenador executivo da Coordenação Estadual de Defesa Civil (CORDEC) Salvador Brito, onde conversou sobra a limpeza do Açude, pois a Prefeitura não tinha a estrutura necessária e rápida para execução do trabalho e o mau cheiro por causa dos peixes em decomposição, estava sendo sentido a mais de 06 km do local. Brito, acionou uma guarnição do corpo de bombeiro para executar o serviço, mas os funcionários e homens contratados pela Prefeitura adiantaram o serviço com ajuda de pá carregadeira e duas caçambas, sendo suspenso a vinda dos bombeiros, ficando o mesmo sob aviso, caso volte a se agravar.

mortandade de peixes em coité.limpeza do açudeBrito explicou a Valdemi de Assis que a CORDEC atua com um conjunto de medidas preventivas, de socorro, assistenciais e recuperativas, destinadas a evitar ou minimizar os desastres, preservar o bem-estar da população e restabelecer a normalidade social, pois nenhum Governo isolado tem condições de solucionar todos os problemas que possam ocorrer, eventualmente, numa Comunidade. “Os problemas e a defesa da Comunidade não são trabalhos para uma só pessoa. Exigem a união do Governo e cidadãos”, afirmou Brito.

 Texto e fotos: Raimundo Mascarenhas

 

24/01 – Dezenas de toneladas de peixes mortos boiam no Açude de Itaurandi em Conceição do Coité

25/01 – Coité – Peixes mortos são retirados do Açude de Itaurandi

 

 

 

 

 



COMENTÁRIOS

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.