riachao-do-jacuipe

sexta-feira, 11 de janeiro de 2013 10:36

Emissora de rádio afasta repórter por cobrar providências de uma prefeitura

A liberade de expressão ainda é muito frágil diante do poder econômico, principalmente no interior do Brasil.

alanaA repórter Alana Adrielle, da cidade de Riachão do Jacuípe foi afastada de suas atividades numa rádio local, segundo ela,o motivo foi a divulgação de uma reportagem de um acidente envolvendo um Fiat Pálio, que teria sido provocado por uma caçamba da Prefeitura de Pé de Serra.

De acordo com a jornalista, estava de plantão no dia 3 de janeiro deste ano,quando aconteceu o acidente, a repórter noticiou o fato e, por solidariedade ajudou com seu carro levando a proprietária do carro de passeio de pré-nome Eliema aos órgãos
responsáveis para tomar providencias, e também deu hospedagem a vitima e seus pais em sua casa, após um pedido da vitima solicitando falar nas rádios da cidade com a intenção de pedir pelos seus direitos, Alana foi afastada de seu trabalho, alegando que o assunto irritou o Prefeito Hidelfonso, a direção a afastou, pois o prefeito é um patrocinador da emissora da qual Alana Adrielle fazia parte.

Depois de oito dias do capotamento de seu veiculo, um Fiat Pálio, Elielma do Nascimento, condutora do veiculo ainda está em Riachão esperando providencias por parte da Prefeitura de Pé de Serra, que até o momento não se pronunciou.

O acidente aconteceu na rodovia BR-324, trecho de Riachão do Jacuípe, próximo ao entroncamento de acesso a cidade de Pé
de Serra, Elielma viajava com seu esposo da cidade de Petrolina-PE com destino à cidade de Belo Horizonte-MG, ela passou as festas de fim de ano com a família.A caçamba derramou acidentalmente britas na pista, o que causou a  perda de controle do carro de Eleielma e o seu capotamento.

Após o acidente, testemunhado pelo condutor da caçamba, o mesmo fugiu do local, sem prestar socorro, Elielma teve varias escoriações pelo corpo, e um corte profundo na cabeça, foi levada para o HGE em Salvador onde passou por tratamento, liberada no sábado voltou a cidade de Riachão onde seus objetos pessoais e o carro ficaram, seus pais a senhora Vany e o
senhor Xanda, vieram de Petrolina para acompanhar a filha.

Dependendo da bondade de terceiros e sem recursos, Elielma seu esposo e seus pais ficaram de casa em casa, “de favor” como se diz no popular, após varias tentativas de contato, a mesma foi com sua família até Pé de Serra, lá descobriu a caçamba estacionada no pátio do galpão da Prefeitura, e um funcionário que se identificou como “Pedro” disse que o prefeito
não estava na cidade, e levou Elielma até um povoado, onde o senhor Atanagildo falou que ele é que era dono das britas que a caçamba trazia e que iria tentar ajudar da melhor forma possível, num jogo de empurra, até o momento ninguém se manifestou.

O carro de Elielma não tem seguro, e era usado para trabalho em MG, agora com o prejuízo a vitima vai pedir providencias na justiça.

Da redação



COMENTÁRIOS

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.