bahia

quarta-feira, 16 de janeiro de 2013 16:06

Homem ganha cerca de R$ 300 por dia vendendo água

Fornecimento foi interrompido há mais de três meses em dois municípios.

61120Moradores de duas cidades da região de Feira de Santana, na Bahia, sofrem com a falta d’água há mais de três meses. Enquanto muita gente se sacrifica para cozinhar ou tomar um simples banho, tem gente que lucra com a situação.

Admilton fatura por dia R$ 300 vendendo água que retira do poço de uma propriedade que ele tem na zona rural da cidade de Conceição do Jacuípe. “Já serve para ajudar na despesa da luz e a despesa da gente”, disse. “São R$ 10 para cada 500 litros e a fila é muito grande”, diz o supervisor de manutenção, Raimundo Pereira.

Na cidade de Conceição do Jacuípe os moradores enfrentam a falta d’água há mais de 90 dias.
“A gente não tem como viver sem água. Para tomar banho, vai começar as aulas e como é que vamos fazer com as crianças? Isso é um absurdo”, indaga a representante de vendas, Regina Cruz.

Na cidade vizinha de Coração de Maria, a falta d’água também tem sido um problema para a população. Em alguns lugares da cidade, a água não cai a cerca de três meses.  “Está um problema sério. As contas continuam vindo normais, às vezes até a mais, e nem achar a quem reclamar estamos achando”, explicou o comerciante José Otávio Adorno.

O bairro da Portelinha é um dos mais atingidos. Maria das Graças precisa caminhar todos os dias cerca de 1km para conseguir água. “É bem distante mesmo e é tão longe que eu só dei duas viagens até agora”, conta. “Eu vou na Embasa e eles dizem que o problema está na rede, mas esse discurso deles já está recorrente. Eu já estive lá várias vezes e eles não resolvem esse problema da rede”, disse o professor Cleuber Amorim.

A Embasa informou que está havendo um vazamento na rede de abastecimento e que já estão sendo tomadas providências para corrigir o problema.

Fonte: G1



COMENTÁRIOS

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.