bahia

sexta-feira, 18 de janeiro de 2013 15:51

Territórios de identidade baianos terão plano de ação para minimizar efeitos da seca

As primeiras regiões a receber a equipe da Cordec são Bacia do Jacuípe, Consórcio Portal do Sertão e Sisal.

seca-nordesteA Defesa Civil do Estado (Cordec) começa na segunda-feira (21) a visitar os territórios de identidade para orientar os gestores municipais para discutir e pactuar, junto com os consórcios públicos, um plano de ação de atendimento emergencial para minimizar os efeitos da seca e levantar as demandas locais.

As primeiras regiões a receber a equipe da Cordec são Bacia do Jacuípe, Consórcio Portal do Sertão e Sisal. Os encontros serão, respectivamente, nas cidades de Quixabeira (21), Amélia Rodrigues (22) e Itiúba (24).

Segundo o coordenador da Defesa Civil, Salvador Brito, essa etapa do trabalho é importante, porque, a partir de agora, novos gestores estão assumindo as prefeituras e é importante atualizá-los sobre as mudanças na legislação que organiza o Sistema Nacional de Defesa Civil, que incluem os novos procedimentos para decretação de situação de emergência e ou calamidade pública e a alteração no repasse de recursos para as prefeituras e estados em situação de emergência ou calamidade pública somente através do Cartão de Pagamento de Defesa Civil.

Nesses encontros, será discutido também o planejamento para abastecimento de água, distribuição de comida para as famílias em situação de vulnerabilidade alimentar, além de outras demandas. A Defesa Civil do Estado vem atuando através de ações emergenciais, a exemplo de limpeza de aguadas, operação de abastecimento de água por meio de carros-pipa, distribuição de alimentos e instalação de cisternas e de sistemas simplificados de abastecimento de água.

Brito falou sobre a importância de todas as cidades estarem atentas à necessidade de criar uma coordenadoria municipal da defesa civil como unidade gestora orçamentária, com CNPJ próprio, ou, caso o município já tenha sua Defesa Civil, de melhor estruturá-la para desempenhar com agilidade e eficácia o seu papel na proteção e prevenção. “Há muitos recursos disponíveis para obras estruturantes, mas é preciso que a Defesa Civil Municipal esteja preparada, e assim a Defesa Civil do Estado poderá apoiá-la da forma mais adequada”.



COMENTÁRIOS

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.