brasil

sexta-feira, 18 de janeiro de 2013 17:00

TIM ganha mais clientes que Vivo em 2012 e diminui distância

Conquistou 6,3 milhões de novos clientes no ano passado, contra 4,6 milhões da líder

A operadora TIM ganhou quase 1,7 milhão de clientes a mais que a Vivo no ano passado e diminuiu a diferença para a concorrente, que é líder do mercado de telefonia móvel no Brasil, segundo dados da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações). Claro e Oi também conquistaram milhões de novos usuários no ano passado, mas a participação de mercado de ambas pouco se alterou. 

Mesmo com os problemas enfrentados pela TIM em 2012, como o cancelamento da promoção Infinity Day – porque a Anatel temia que a promoção causasse sobrecarga no sistema da operadora- e a suspensão da venda de pacotes de voz e dados em 18 Estados e no Distrito Federal – a TIM foi a companhia mais prejudicada com a medida-, ela diminuiu em quase um ponto percentual a distância para a Vivo. Ela conquistou 6,3 milhões de novos clientes no ano passado, contra 4,6 milhões da líder, e a diferença caiu 1,7 milhão –70,3 milhões de usuários TIM contra 76,1 milhões da Vivo. 

A Claro ganhou 4,9 milhões de usuários e a Oi, 3,7 milhões, mas a participação de ambas no “market share” da telefonia móvel ficou praticamente estável em 24,9% e 18,8%, respectivamente. O Brasil fechou o ano passado com quase 262 milhões de linhas ativas na telefonia móvel, segundo dados divulgados hoje pela Anatel, um crescimento de 19,5 milhões de novas habilitações em relação ao ano anterior. A TIM conquistou quase um terço das novas habilitações em 2012 (32% do total), contra 25% da Claro, 23% da Vivo e 19% da Oi. 

Estados 
O crescimento de 8% na base de assinantes entre 2011 e 2012 com as 19,5 milhões de novas habilitações, o país atingiu teledensidade de 1,33 –cerca de quatro linhas de telefonia móvel para cada brasileiro. Os usuários que fazem uso do modelo pré-pago representam 80,5% das linhas (211 milhões de acessos). Os pós-pagos, 19,5% (50,9 milhões de usuários). 

Na lista das UF (Unidades da Federação) com maior número de celulares, o Distrito Federal ocupa o primeiro lugar no ranking, com 2,2 celulares para cada habitante -único local do país em que proporcionalmente cada habitante possui mais de dois aparelhos. 

São Paulo e Rondônia ficam empatados na segunda colocação, com média de 1,5 celular para cada morador. O Estado de São Paulo é o que mais possui linhas móveis: 63,1 milhões. A quantidade é quase a mesma de todos os Estados do Nordeste somados (64,5 milhões). O Amapá é o que tem menos linhas: apenas 953 mil.

Fonte: Folha Press



COMENTÁRIOS

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.