educacao

sexta-feira, 24 de maio de 2013 18:44

Alimentação escolar da BA é referência para combate à fome no mundo, diz governo

Osvaldo Barreto ressaltou a importância de receber representantes de muitos países. “O trabalho que realizamos aqui não tem fronteiras(...)"

merenda

O Colégio Estadual José de Freitas Mascarenhas, em Camaçari, recebeu nesta quinta-feira (23) a visita de 23 ministros de Estado e outros representantes de mais de 30 países da América Latina, Ásia e África. As delegações estrangeiras participam do Fórum Global de Nutrição Infantil, que acontece até sexta (24), em Costa do Sauípe, no litoral norte.

A comitiva esteve na unidade para acompanhar a dinâmica da alimentação escolar. Recepcionados pelo secretário da Educação da Bahia, Osvaldo Barreto, por estudantes, equipe gestora, professores e funcionários, os visitantes tiveram oportunidade de almoçar na escola e conhecer de perto o variado cardápio.

Os participantes do Fórum, organizados em outros três grupos, também visitaram os colégios estaduais João Barbosa de Carvalho, em Feira de Santana, Antônio dos Santos Paim, em Santo Amaro, e Professora Simone Simões Neri, em Alagoinhas.

O diretor do Centro de Excelência contra a Fome do Programa Mundial de Alimentos (PMA), Daniel Balaban, destacou que “a experiência do Brasil, especialmente da Bahia, com alimentação escolar, está ajudando a criar programas de combate à fome por todo o mundo”.

Ele enfatizou também a necessidade de unir forças para a solução dos grandes problemas mundiais, como a fome, e falou aos estudantes que “somos todos irmãos. Precisamos encontrar soluções em conjunto. Temos que viver a vida com esperança e fazer a felicidade do outro. Fazer coisas boas pelos outros é o maior segredo para atingir a felicidade”.

Sem fronteiras – Osvaldo Barreto ressaltou a importância de receber representantes de muitos países. “O trabalho que realizamos aqui não tem fronteiras. Temos que nos abraçar, nos unir, para que cada criança, cada estudante tenha garantida uma alimentação escolar de boa qualidade. A alimentação é muito importante para a construção do espírito, da alma e da aprendizagem”.

A representante do Programa Mundial de Alimentos (PMA) na Gâmbia (África), Vitória Ginja, afirmou que a experiência “é fantástica” e a “deixou muito emocionada pelo compromisso político que existe nesse país com alimentação escolar, não só nos primeiros anos de vida, mas também na adolescência”.

Alunos aprovam merenda e destacam qualidade dos produtos

Para o estudante do 4º ano do curso técnico de segurança do trabalho integrado ao ensino médio, Fernando Alencar, 18 anos, o seu colégio merece servir de exemplo para ajudar outras pessoas. “A alimentação é mesmo excelente. Desde quando comecei a estudar aqui, no 1º ano, o lanche é muito variado e nunca é gorduroso. É uma fruta, suco, cuscuz, mingau, biscoito. Quando ficamos o dia inteiro, tem feijão, arroz, macarrão, frango”.

A estudante Rhaiany Cruz, 17, do 4º ano do curso técnico de logística integrado ao ensino médio, afirmou que “a preocupação do pessoal que prepara é visível. Elas usam touca, luva, avental. É tudo muito limpo, cuidadoso”.

Unidade – O Colégio Estadual José de Freitas Mascarenhas funciona nos três turnos e atende a 3.286 estudantes do ensino médio. A diretora da unidade, Aidil Alves de Oliveira, atribui o sucesso com a alimentação à participação da comunidade escolar. “Toda a equipe colabora, especialmente nossas merendeiras. Nós sempre nos preocupamos em ouvir o nosso aluno e, a partir daí, procuramos fazer as adaptações necessárias no cardápio, considerando as questões da nutrição”. O colégio conta com 12 profissionais para cuidar da comida oferecida aos alunos.

Fonte:Secom



COMENTÁRIOS

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.