fatos-policiais

segunda-feira, 06 de maio de 2013 23:38

Bandidos levam R$ 40 mil da Prefeitura de Aramari

O assalto aconteceu na Secretaria de Obras, no centro da cidade, onde trabalhadores diaristas receberiam o pagamento nesta segunda.

Um homem armado roubou quase R$ 40 mil da prefeitura de Aramari, a 120 km de Salvador, na tarde desta segunda-feira (6), segundo a polícia da cidade, que investiga o caso. De acordo com a delegacia, o ladrão faz parte de uma quadrilha de pelo menos quatro homens. Um suspeito de ter agido como “olheiro” está preso e um segundo suspeito foi detido e está sendo ouvido.

O assalto aconteceu na Secretaria de Obras, no centro da cidade, onde trabalhadores diaristas receberiam o pagamento nesta segunda. Por volta das 13h30, um homem armado chegou e anunciou o assalto, levando cerca de R$ 40 mil. Ele saiu sem chamar atenção e fugiu em uma Sandero prata que já o aguardava.

“Ele saiu tranquilo, tanto que ninguém percebeu. Viram uma Sandero e acharam que era o pessoal da cesta básica. Já tinha um elemento esperando (no carro). Saíram em direção ao bairro do Sucesso e depois tomaram direção a Alagoinhas”, conta a delegada Jeanilde Tavares, responsável pela investigação.

Fuga para Alagoinhas
Antes de sair da cidade, os bandidos abandonaram o carro prata e pegaram outra Sandero, de cor vermelha – a polícia não sabe se outra pessoa já estava no volante. Eles eram perseguidos pela Polícia Militar, que não conseguiu impedir a fuga. O carro abandonado foi apreendido e a polícia descobriu que o veículo foi roubado em Inhambupe há duas semanas.

“Ficou claro que havia elementos, os chamados olheiros, que fizeram um levantamento antes do assalto”, explica a delegada. Dois suspeitos foram identificados e um deles já está preso e vai responder por assalto e formação de quadrilha. Sérgio de Santana Silva Junior, 22 anos, é natural da cidade, mas estava morando no Rio de Janeiro até cerca de duas semanas atrás, quando voltou para Aramari.

“Esse Sérgio esteve no Banco do Brasil monitorando. Ele foi duas vezes na secretaria procurar o secretário com desculpas, dizendo que queria saber de concursos. Ele também procurou saber de vários funcionários se o pagamento sairia mesmo hoje”, acrescenta. Sérgio já tem passagens pela polícia. O outro suspeito não foi autuado, pois ainda será ouvido pela delegada.

“Na verdade o que está claro para a gente é que foram quatro elementos”, acrescenta a delegada. Os dois apontados como “olheiros” são naturais da cidade. Os outros dois estão sendo procurados na região de Alagoinhas.



COMENTÁRIOS

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.