conceicao-do-coite

terça-feira, 07 de maio de 2013 12:08

Coité – Advogada do HAP falta a audiência,envia atestado médico-odontólogico e juiz remarca para próxima semana

Uma nova audiência foi marcada para a próxima terça-feira,14.

juiz gerivaldo neiva - coitéUma audiência que estava agendada para acontecer na manhã desta terça-feira,07,no Fórum Durval da Silva Pinto, em Conceição do Coité, não aconteceu e foi adiada para a próxima terça-feira,14, no mesmo local.O ato era para discutir mais uma vez a situação do “abre ou fecha” o Hospital Almir Passos, que nos últimos dois meses a Justiça da Comarca local determinou que a Santa Casa entregasse as chaves a Prefeitura, já que a Santa Casa vinha gerindo por quase trinta anos, e após a derrota do grupo político fechou a unidade. Com a decisão judicial o HAP  estava sendo trabalhado para ser reaberto nesta nova gestão, mas poucos dias depois uma liminar do Tribunal de Justiça da Bahia favoreceu aos representantes da Santa Casa, e o motivo teria sido o juiz ter tomado decisão dando além do solicitado pela prefeitura, ou seja, determinou a entrega do imóvel quando o pedido da prefeitura seria colocar para funcioná-lo.

forum de coitéO juiz Gerivaldo Neiva então teve a decisão mais uma vez em suas mãos e convocou esta nova audiência e os representantes legais da Santa Casa e da Prefeitura.Centenas de pessoas compareceram ao Fórum e ficaram na área externa para acompanhar o desenrolar das negociação e também havia sido montada uma estrutura para transmissão ao vivo pela internet,mas a audiência não ocorreu, pela ausência da advogada da Santa Casa,Lilian Maria Santiago Reis, que encaminhou um ofício, que por motivo de saúde não poderia participar da audiência e anexou um atestado médico odontológico pedido que a mesma ficasse em repouso no período de 24 horas.

publico no salão do juri em coitéO juiz que havia pedido a presença da Polícia Militar na área externa e reservado o salão do júri para pessoas envolvidas diretamente nas discussões após ter dado por adiada a audiência, convocou a população para ocupar as dependências do salão e narrou todo o motivo e convocou nova audiência para a próxima terça-feira,14,às 08h30.

“Foi apresentado um atestado médico alegando que a advogada [Lilian Maria Santiago Reis] submeteu-se a procedimento odontológico necessitando de repouso por um período de 24 horas e eu acatei”, comunicou Gerivaldo.

O prefeito Assis disse que só resta esperar.”É lamentável, mas temos que esperar e peço a comunidade mobilização para defender este patrimônio público”, falou o prefeito à imprensa.

Hospital já funcionava como policlínica

assis e alexApós a liminar do juiz, a Prefeitura reabriu o hospital, que passou a funcionar como policlínica, beneficiando a população. O prefeito Francisco de Assis (PT) teme que, por questões políticas, já que a Santa Casa é comandada por adversários que perderam as eleições do ano passado, a unidade de saúde permaneça com as portas fechadas. “A população de Coité não pode depender apenas de um único hospital, que é o Regional. Vamos lutar para reabrir integralmente o Almir Passos, que foi construído com dinheiro público mas entregue de presente para uma família que governava a cidade há 40 anos”, salientou.

O vice prefeito e secretário de Saúde Alex Lopes disse que estava andando tudo dentro que foi prometido a justiça para reabrir de forma definitiva no prazo máximo de um mês, mas com a derrubada da liminar, comemorada por parte dos “gestores da santa casa”, só vem atrasar mais a reabertura que continuo acreditado que a justiça deve usar o bom senso para reabrir hospital, não fechar”,declarou o secretário.

 

Veja o ofício e atestado enviado pela advogada e o relato do juiz

atestado advogada

atestado advogada2

Da Redação CN * fotos: Raimundo Mascarenhas/imagens: Paulo Marcos 



COMENTÁRIOS

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.