Juiz de Direito da Comarca de Nova Soure morre em acidente na BR 110

Magistrado já havia se envolvido em outro acidente próximo a Tucano em 2011, colidindo sua moto contra outra do presidente da Central das Associações Comunitárias de Tucano, que morreu na hora.

Moto e caminhonete ficaram totalmente destruídos.

Moto e caminhonete ficaram totalmente destruídos – fotos: Gil Santos Notícias

O juiz da Comarca de Nova Soure Marcelo Luiz Santos Freitas,de 36 anos,morreu depois de colidir sua moto CDBRW 1200 cilindradas,placa policial 0KM 1407 licença de Tucano-BA, contra uma caminhonete S10 Placa policial AQW 4129 licença de Assis Chateaubriand,Paraná,que estava com quatro ocupantes que sofreram ferimentos leves.

juiz de nova soure

Foto:TV Norte Bahia

De acordo com o site TV Nordeste Bahia o acidente aconteceu próximo ao povoado de Trindade, município de Cícero Dantas-BA,por volta das 14h30 deste sábado,04,quando o juiz se dirigia para o encontro de motociclistas em Paulo Afonso-BA.

Magistrado já havia se envolvido em outro acidente próximo a Tucano.

No dia 09 de julho de 2011 o juiz Marcelo Freitas, se envolveu em outro acidente,na BR -116, há 5 km do município de Tucano. Na época o magistrado pilotava uma moto Suzuki quando colidiu com outra motocicleta CG 150, pilotada por Valdiro de Jesus Pimentel, assessor do deputado estadual Zé Neto (PT), que morreu na hora. Na ocasião o juiz e a sua carona, uma professora do município de Nova Soure, sofreram escoriações pelo corpo e foram socorridos e encaminhados para o Hospital Municipal Mariana Penedo, em Tucano.

Da redação CN * informações Blog Tv Norte da Bahia

comentários Esconder »
Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.
veja também Ver todos »
Apesar dos pais da criança terem o reconhecido, o IML (Instituto Médico Legal) informou que só liberará o corpo após o exame de DNA.
O assaltante teria abandonando o carro e descido atirando, mas acabou sendo alvejado pela Policia, foi levado para o Hospital Geral Clériston Andrade,onde morreu na emergência.
A policia apreendeu um menor suspeito do crime que praticou usando uma faca.