religiao

terça-feira, 28 de maio de 2013 08:51

Morre aos 96 anos Dom Silvério de Albuquerque, Bispo Emérito de Feira de Santana

Ele já estava internado e com a saúde debilitada há algum tempo, principalmente, em decorrência da idade avançada.

bispoNa madrugada desta terça-feira (28), faleceu o Bispo Emérito de Feira de Santana, Dom Silvério Jarbas de Albuquerque (1917 – 2013), de falência múltipla dos órgãos, no Hospital Unimed.

Ele já estava internado e com a saúde debilitada há algum tempo, principalmente, em decorrência da idade avançada. O corpo será velado a partir das 6h30 e a missa com o sepultamento será realizadas às 15h na Paróquia da Catedral Metropolitana de Sant’Ana, ao lado do Altar dedicado a Senhora Sant’Ana.

De acordo com o Arcebispo Metropolitano Dom Itamar Vian, o enterro dentro da Catedral é uma tradição da Igreja Católica e, Dom Silvério, mesmo não sendo Bispo titular, merece essa gratidão, pois foi Bispo Emérito por 23 anos.

“Ele teve amor à Igreja, sempre cultivando o lema de sentir com Deus. É um homem de Deus, um Bispo sábio, empreendedor, firme em defesa da vida, da Igreja e dos Direitos Humanos”, disse Dom Itamar.

História – Nascido em Olinda, em 11 de março de 1917, Dom Silvério foi nomeado Bispo em 17 de março de 1970, no município de Caetité, sendo transferido posteriormente para a Arquidiocese de Feira de Santana, onde permaneceu por 23 anos, deixando o cargo exatamente no dia 28 de maio de 1995. Em 22 de fevereiro de 1995, ele renunciou ao múnus episcopal, por limite de idade (em conformidade com o cânon 401 do Código de Direito Canônico).

“Ele foi padre por 71 anos e Bispo por 42. Sempre impressionou a todos pela firmeza, prudência e serenidade com que governou a Arquidiocese. Recuperou o Centro Diocesano, construiu a Secretaria do Arcebispabo e teve uma atenção especial ao Dispensário Santana”.

Dom Itamar agradece, em nome da Igreja Católica a todos que acompanharam a história de Dom Silvério.

“Foi meu guia, nunca negou nada que lhe pedissem. Sempre teve a vida ativa e agora tem seu descanso eterno. Em vida, ele repetiu as palavras de São Paulo: Combati o bom combate, acabei a carreira, guardei a fé. Desde agora, a coroa da justiça me está guardada, a qual o Senhor, justo juiz, me dará naquele dia; e não somente a mim, mas também a todos os que amarem a sua vinda”.

Fonte: Acorda Cidade



COMENTÁRIOS

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.