sao-domingos

segunda-feira, 06 de maio de 2013 16:42

Sobre a lama seca do açude, população de São Domingos de mãos dadas pede urgência a limpeza do principal manancial

No ato da mobilização foi lembrado que o açude de São Domingos que fica a menos de 500 metros do centro da cidade, foi muito útil para o abastecimento da cidade e também do vizinho município de Valente.

manifestação em prol do açude de são domingos - 5- foto- raimundo mascarenhas

A Prefeitura Municipal de São Domingos, por iniciativa da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente, realizou mais uma grande mobilização em prol da limpeza do açude, na manhã desta segunda-feira, 06, e na oportunidade envolveu centenas de pessoas a grande maioria estudantes das redes públicas, municipal e estadual, que embalados com uma fanfarra e carro de som fizeram uma concentração em frente à Prefeitura onde aconteceu um breve discurso do secretário de Agricultura e Meio Ambiente Flávio Ramos, que lamentou a pouca atenção dada ao problema até o momento, lembrou que a solicitação vem acontecendo na gestão do então prefeito Izaque Junior e neste mandato de Nafitel as cobranças são constantes e nenhuma solução foi apontada.

Domingos Nafitel e Flávio em passeata

Domingos Nafitel e Flávio em passeata

“Vamos coletar assinaturas o máximo possível, juntar as fotografias e a reportagem do Calila Noticias para levarmos para a mesa do governador da Bahia, pois não podemos esperar que as fortes chuvas cheguem e encontrem o açude na situação de vários metros de profundidade somente de lama. Vamos continuar as manifestações e só devemos parar quando certificarmos que o açude está limpo e pronto para receber agua da chuva que Deus a de mandar, para trazer novamente a alegria do nosso povo e geração de emprego e renda, com a cultura de hortaliças e atividades de pesca ”, espera ansioso o secretário.

manifestação em prol do açude de são domingos - 3- foto- raimundo mascarenhas

O prefeito Domingos Nafitel disse que desde que assumiu a prefeitura em 1º de janeiro deste ano 2013, nunca deixou de tratar do assunto com as autoridades competentes, inclusive segundo ele, já esteve duas vezes em Brasília, [Março e Abril] na Defesa Civil Nacional e entregou as reivindicações ao Departamento Nacional de Obras Contra Seca – DNOCS e até o momento nenhuma resposta.

manifestação em prol do açude de são domingos - 1 - foto- raimundo mascarenhas

“A obra é muito cara passa de R$ 300 mil e o município não tem a mínima condição de arcar com essas despesas, depois o açude apesar de está em nosso município pertence ao DNOCS e o órgão é quem deve realizar a limpeza, por dispor de recursos para isso”, disse o prefeito.

No ato da mobilização foi lembrado que o açude de São Domingos que fica a menos de 500 metros do centro da cidade, foi muito útil para o abastecimento da cidade e também do vizinho município de Valente.

manifestação em prol do açude de são domingos - des - foto- raimundo mascarenhas

Após percorrerem algumas ruas da cidade os manifestantes foram até o açude, onde pisaram na lama seca e deram as mãos fazendo um grande circulo para simbolizar o apelo feito as autoridades.

manifestação em prol do açude de são domingos - 6- foto- raimundo mascarenhas

De cima da barragem o agricultor Heraldo Ribeiro dos Santos, 57 anos, assistiu a toda mobilização e disse que viu a situação com muita tristeza e em dose dupla. Primeiro pela seca devastadora que permitiu que pela primeira vez desde quando ‘se entende por gente’ nunca viu o açude seco. Segundo, pela falta de importância pelos governantes, que conforme ouviu o esforço das autoridades locais vem acontecendo, mas não estão sendo correspondidos, por aqueles que dispõem de recursos para limpar a aguada.

 Texto e fotos: Raimundo Mascarenhas



COMENTÁRIOS

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.