conceicao-do-coite

segunda-feira, 03 de junho de 2013 02:30

Hospital Regional atendeu mais de dez acidentados de moto só no domingo

Um dos casos mais graves aconteceu na região do distrito de Juazerinho.

 acidente clecioO fim de semana foi marcado por muitos acidentes envolvendo motos, mas o maior numero de ocorrências aconteceu  entre ás 17h e 23h que segundo funcionários da unidade de saúde pelo menos dez pessoas deram entrada, o penúltimo e mais grave foi Clécio de Lima Carneiro, 39 anos, morador do povoado de Onça, ele foi encontrado caído numa estrada vicinal que liga o povoado de Riacho do Morro ao distrito de Juazeirinho, depois da moto que pilotava cair ao passar em um imenso buraco escavado pela água da embasa que teve um cano estourado.

Segundo informações de amigos de Clécio, ele tinha ido para Riacho do Morro de carro e quando ia retornar trocou seu carro pela motocicleta com um amigo.

Teo como é conhecido foi encontrado desacordado e conduzido para emergência do HR e até a chegada da ambulância que foi solicitada pelo secretário de comunicação e relações institucionais junto a Prefeitura de Retirolândia, pois as  de Coité já tinham viajado.Valdemí contou que a situação é igual é todos os municípios, ou seja os veículos de Coité, Retiro e Valente estavam todos fora e a grande maioria pelo mesmo motivo; levar pacientes acidentados em motos.

acidente clecio.2Clécio deixou a unidade de saúde em Coité em estado muito grave com suspeita de traumatismo craniano.Todas essas ocorrências estão servindo para aumentar o alarmante crescimento de acidentes envolvendo motos.

O número de mortes em acidentes de trânsito com motos no Brasil aumentou 263,5% em 10 anos, segundo dados do Sistema de Informações de Mortalidade (SIM), criado pelo Ministério da Saúde. Em 2011, foram 11.268 mortes no país, contra 3.100 usuários de motos mortos em 2001. O Ministério da Saúde informa que os dados de 2011 são os mais recentes disponíveis, visto que o processo de registro de óbito é demorado, levando até dois anos para contabilizar todos os casos.
O salto no número de vítimas fatais em acidentes com motos é bem maior que o aumento do número de mortos por acidentes de trânsito em geral, que envolve carros, motos, caminhões, ônibus, pedestres. Em 2011, foram 42.425 mortes contra 30.524 registradas em 2001 – alta de 39%.

No mesmo período, a frota brasileira de veículos de duas rodas aumentou 300%, segundo a Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas e Similares (Abraciclo), com base em números divulgados pelo Departamento Nacional de Trânsito (Denatran). A quantidade de motos emplacadas no Brasil saltou de 4.611.301 unidades, em 2001, para 18.442.413, em 2011.  

Raimundo Mascarenhas



COMENTÁRIOS

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.

  • + LIDAS