bahia

sexta-feira, 25 de outubro de 2013 00:02

Alex da Piatã visita a Marcionílio Souza e ouve queixas dos moradores de Queimadinha pela falta de telefonia móvel

No povoado existem seis orelhões e sempre que um parente liga, tem que deixar marcada a data e o horário da próxima ligação.

alex em marcionílio souzaMembro da executiva estadual do PMDB e um dos nomes cogitados pelo partido para disputar uma vaga na Assembleia Legislativa da Bahia na eleição do próximo ano, o vice-prefeito e secretário de saúde de Conceição do Coité, Alex Lopes, atendendo ao convite do vereador e presidente da Câmara de Vereadores Valdemir Souza Rocha (PSD), visitou o Povoado de Queimadinha, distante 25 km da cidade de Marcionílio Souza e ouviu dos moradores da comunidade a angustia pela dificuldade em se comunicar por falta de sinal da telefonia móvel. Residem no povoado aproximadamente mil pessoas e em trono, num raio de 15 km, moram três mil habitantes.

alex em marcionílio souza.3Mirinho, como é conhecido o parlamentar, destacou a importância do serviço de telefonia, que beneficiará além da sede o povoado, os assentamentos de Lafaiete, 20 km, Zacarias e Cachá, totalizando 271 assentados, além das comunidades de Cana Brava e Terra Boa, no município vizinho de Boa Vista do Tupim. ”Incluindo as comunidades de Boa Vista, podemos imaginar um publico superior a cinco mil pessoas, todas carentes deste beneficio”, desabafou Mirinho.

Ele lembrou também das comunidades de Machado e Portela, onde a queixa pela falta do serviço. O povoado fica as margens da BA 245, próximo a Barragem Bandeira de Melo e faz parte do roteiro de turismo rural da Chapada Diamantina. Mirinho foi o vereador mais votado na eleição de 2012, obtendo 435 votos, ou seja, 7.81% dos votos válidos.

alex em marcionílio souza.2A dona de casa Genivalda Santos e o agricultor Daniel Almeida, conhecem de perto a dificuldade de se comunicar. No povoado existem seis orelhões e sempre que um parente liga, tem que deixar marcada a data e o horário da próxima ligação para que eles possam esperar perto do aparelho e há dias que chega a fazer fila para utilizar os “velhos e, em muitos lugares, os tradicionais orelhões”. Dona Genivalda, por exemplo, tem três irmãos em São Paulo e conhece perfeitamente esta dificuldade e considerou a chegada o celular como um “sonho”.

A falta de celular deixa o orelhão bastante concorrido.

A falta de celular deixa o orelhão bastante concorrido.

O ex-vice-prefeito do município, Jânio Novaes, (sem partido), falou ao CN que a telefonia celular vai possibilitar uma melhor qualidade de vida para a população e possibilitará maior desenvolvimento para a região.

“A implantação da telefonia celular é uma conquista da maior importância, pois a comunicação é um fator fundamental para promover o desenvolvimento”, destacou Jânio do Bem, como é conhecido.

alex em marcionílio souza.5Alex da Piatã, como é conhecido o vice-prefeito, considerou no tempo atual como um dos graves problemas e garantiu levar o problema ao deputado federal Lúcio Vieira (PMDB) e ao presidente da legenda no estado, ex-ministro Geddel Vieira Lima, para que solicitem ao ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, que analise o problema que tem vivido a comunidade do povoado de Queimadinha, pela falta de sinal da telefonia celular.

“Precisamos discutir essa questão para que o ministro das Comunicações e a Anatel possam buscar uma solução, que é a instalação e a oferta das condições para que tenha um sinal naquele povoado, que é grande, merece respeito e o governo federal deve obrigar as empresas de telefonia a prestarem um bom serviço”, declarou Alex da Piatã.

Da redação



COMENTÁRIOS

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.