politica

segunda-feira, 14 de outubro de 2013 17:06

Com a presença de Lídice, Rede Sustentabilidade inaugura sede em Salvador

A socialista ressaltou que para a coligação PSB/Rede se viabilizar foi preciso desprendimento de ambos os lados por tratar-se da união de um partido como o PSB, já consolidado, cujo presidente nacional, o governador de Pernambuco Eduardo Campos é considerado como um dos mais bem avaliados gestores do País.

rede

“O PSB recebe os companheiros da Rede de braços abertos com a certeza que essa coligação será uma referência dos valores que nós temos na política”, resumiu a presidente do PSB na Bahia, senadora Lídice da Mata, na manhã desta segunda-feira (14), durante a inauguração da sede da Rede Sustentabilidade, no Centro Empresarial Iguatemi, em Salvador.

rede-2A socialista ressaltou que para a coligação PSB/Rede se viabilizar foi preciso desprendimento de ambos os lados por tratar-se da união de um partido como o PSB, já consolidado, cujo presidente nacional, o governador de Pernambuco Eduardo Campos é considerado como um dos mais bem avaliados gestores do País; e a Rede, que tem a figura da ex-ministra Marina Silva como uma grande líder nacional e detentora de quase 20 milhões de votos. “O cenário de 2014 está em construção e os programas dos dois partidos têm muito em comum. Inclusive, o PSB tem uma posição pró-sustentabilidade muito avançada”, frisou a senadora.

Eleições na Bahia – Na avaliação de Júlio Rocha, porta-voz da Rede na Bahia, a candidatura de Lídice da Mata ao governo do Estado é legítima porque “chega uma hora que todo mundo quer ser protagonista e isso é absolutamente normal”. Segundo ele, PSB e Rede se constituem como dois partidos coligados debaixo de um guarda-chuva, que é o PSB.

A também porta voz da Rede, Rose Bassuma, reforçou que a legenda “é um partido político clandestino, democrático e que tem um estatuto próprio e muito bem estabelecido”. Ela ainda lembrou que no Estado foram coletadas 50 mil assinaturas, sendo 20 mil entregues aos cartórios eleitorais e quase 18 mil ratificadas. “A Rede, talvez, seja a primeira vítima da ausência de uma reforma política no País”, afirmou Lídice da Mata, ao opinar sobre a não legalização do partido.

Fonte: ASCOM PSB



COMENTÁRIOS

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.