bahia

terça-feira, 22 de outubro de 2013 21:14

Estado será o mais beneficiado na segunda etapa do Mais Médicos

Sábado (26), chega o primeiro grupo para a segunda etapa do programa na Bahia. Segunda-feira (28) começa a semana de trabalho que vai durar cinco dias, com cursos para os profissionais.

mais médicosA Bahia é o estado que receberá o maior numero de profissionais na segunda etapa do programa Mais Médicos. Serão 282 médicos distribuídos em 109 municípios. A informação foi divulgada pelo secretário estadual de Saúde, Jorge Solla, após a cerimônia de sanção da Medida Provisória (MP) do programa, nesta terça-feira (22), pela presidente Dilma Rousseff, no Palácio do Planalto, em Brasília (DF). “Na Bahia, o programa Mais Médicos é um sucesso e esta segunda etapa marcará mais avanços na saúde em todo o estado”, afirmou o secretário.

Sábado (26), chega o primeiro grupo para a segunda etapa do programa na Bahia. Segunda-feira (28) começa a semana de trabalho que vai durar cinco dias, com cursos para os profissionais. Segundo o secretário, o Mais Médicos vai permitir que a maioria da população baiana seja assistida. Nacionalmente, a presidente Dilma informou que, com o programa, 46 milhões de brasileiros serão atendidos com qualidade.

Lançado em julho, o programa foi aprovado pelo Congresso Nacional com objetivo de levar profissionais da saúde a áreas desassistidas no País. Os profissionais do Mais Médicos recebem bolsa de R$ 10 mil mensais, paga pelo Ministério da Saúde. Os municípios ficam responsáveis por dar alimentação e moradia aos participantes. Em 2014, o governo pretende ter 13 mil médicos no Brasil participando do programa.

A presidente fez uma homenagem a Juan Delgado, médico cubano que foi alvo de protestos quando chegou ao Brasil. Dilma disse que o profissional sofreu um “imenso constrangimento” em Fortaleza em agosto e pediu desculpas a ele, em nome do povo brasileiro. Delgado, que estava na platéia, se levantou e foi aplaudido. Dilma também homenageou os médicos brasileiros.

O ministro da Saúde, Alexandre Padilha disse que o programa atende pedidos feitos por prefeitos de todos os partidos, que desejavam uma solução para a falta de profissionais de saúde no País. Ele também citou resultados do primeiro mês de vigor do programa. Segundo Padilha, em setembro, em todo o Brasil, os profissionais do Mais Médicos realizaram 320 mil atendimentos.

SECOM



COMENTÁRIOS

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.