esporte

terça-feira, 01 de outubro de 2013 14:24

Exames preliminares confirmam que mulher que acusou jogadores do Vitória de estupro praticou sexo

Caso deve ter novidades nesta terça-feira a respeito das câmeras do hotel solicitadas pela delegada que está à frente do caso

Mulher diz que estupro aconteceu no hotel depois de partida deste domingo

Mulher diz que estupro aconteceu no hotel depois de partida deste domingo

De acordo com o repórter Bruno Henrique, do site curitibano Banda B, exames preliminares confirmaram a conjunção carnal na mulher de 44 anos que acusa quatro jogadores do Vitória de a terem estuprado. O repórter, que acompanha o caso, passou a informação ao iBahia Esportes na manhã desta terça-feira (1).

Em outras palavras, a mulher, que não teve o nome identificado, praticou sexo. Outros exames ainda serão realizados para detectar, por exemplo, a presença de sémen. Segundo o repórter, o caso terá novidades nesta terça-feira à tarde, principalmente a respeito das imagens do hotel solicitadas pela delegada Márcia Marcondes, que está à frente do caso.

Em entrevista ao iBahia Esportes, a delegada confirmou que a suposta vítima identificou dois atletas do Rubro-negro ao ver fotos. Porém, ela trabalha com cautela e vai esperar pelo resultado do exame de corpo de delito, bem como pelas imagens das câmeras do Hotel Bourbon, para dar os próximos passos a investigação. Marcondes disse que os jogadores identificados serão convocados a depor caso os resultados dos exames apontem a possibilidade de estupro.

O caso
Segundo o relato da mulher de 44 anos, a namorada de um jogadores seguiu para um quarto, enquanto ela ficou no bar do hotel com os pais dela minutos antes de entrar em outro quarto. Foi lá que ela teria sido estuprada por quatro jogadores.

Segundo ela, os atletas se revezaram do suposto estupro e havia um segurança na porta. Ela só conseguiu fugir depois de os jogadores pararem de abusá-la. “Tinha uns seguranças com eles. No quarto, fiquei com os quatro desde às 4 horas da manhã. Não sei o nome de ninguém. Quando vi que não tinha ninguém na porta, consegui fugir”, disse a mulher, segundo o site Banda B.

Ela e a amiga teriam se hospedado no hotel às 2h da madrugada e feito o check-out (saída) às 5 horas. “Ela se jogou no meu carro. Perguntei se estava louca e ela falou que tinha sido estuprada pelos jogadores do Vitória. Daí vi que era sério. Ela chorava muito e mostrou um hematoma no peito. Quando vi o cartão de hotel na mão dela fui até o Bourbon ver o que estava acontecendo”, disse o taxista que atendeu a mulher na porta do hotel, segundo declaração para o site Banda B.

Diretor de futebol do Vitória, Raimundo Queiroz, ainda em Curitiba, rebateu as acusações de estupro. “É uma mulher querendo se aproveitar da situação. Ela viu os jogadores uniformizados e tal. Nem apareceu no andar, temos um andar só nosso. Ninguém a viu. Deve ser alguma mulher procurando alguma coisa ilícita. Tudo já foi esclarecido. Não houve problema nenhum”, disse ele.

Com informações do iBahia*



COMENTÁRIOS

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores, desta forma não representa a opinião do Calila Noticias. Contamos com o bom senso e educação dos nossos internautas. O Calila Noticia, poderá remover sem aviso prévio qualquer comentário que seja considerado ofensivo e contenha palavras de baixo calão.